segunda-feira, 8 de agosto de 2011

1ª Conquista com sabor a Pré Temporada

A temporada 2011/2012 começou como terminou a anterior: com o FC Porto a vencer o Vitória de Guimarães e a erguer mais um Troféu, fazendo história no futebol Português, pois até hoje ainda nenhuma equipa tinha erguido a Supertaça Cândido de Oliveira por três ocasiões consecutivas.

Após uma Temporada em que a quebra de recordes foi constante sob o comando de André Villas-Boas, a expectativa criada em redor de Vítor Pereira era enorme. Em Aveiro, os Dragões tinham a oportunidade de estabelecer um novo recorde no número de Supertaças ganhas consecutivamente e não a desperdiçaram, naquele que foi o primeiro Troféu do sucessor do actual Treinador do Chelsea no comando técnico do FC Porto.

E quis o destino que o primeiro jogo do novo Treinador começasse exactamente da mesma forma que o de André Villas-Boas à frente dos Azuis e Brancos: no Estádio Municipal de Aveiro e com Rolando a inaugurar o marcador na Supertaça Cândido de Oliveira, exactamente ao minuto 3 e de cabeça, tal como havia acontecido no ano passado contra o Benfica.

Foi, de resto, um início de jogo muito forte por parte do FC Porto. Marcou cedo, numa bela jogada entre João Moutinho e Hulk, concluída, de cabeça, por Rolando, manteve quase sempre o controlo do jogo e esteve muito forte nas movimentações sem bola, recuperando o esférico de forma muito rápida, não deixando grande espaço de manobra para o Vitória de Guimarães construir jogo.

As dificuldades da equipa treinada por Manuel Machado eram evidentes. Raramente conseguia chegar à beira de Helton, mas, mesmo assim, acabou por chegar ao empate, através da marcação de um canto. Aos 33 minutos, Marcelo Toscano restabeleceu o empate, apontando de cabeça um golo que os Minhotos pouco fizeram para conseguir, não por falta de vontade, mas porque os Azuis e Brancos estavam realmente melhor na partida.

O empate, no entanto, durou pouco mais de cinco minutos. Aos 41 minutos, Rolando voltou a mostrar a veia goleadora em jogos da Supertaça e tornou-se na figura do jogo, ao desfazer o empate e ao dar a vitória por 2 x 1 ao FC Porto, que, assim, entrou a ganhar na nova Época.

Na segunda parte não houve golos e o FC Porto continuou a controlar as operações, embora tenha optado por manter a bola longe do Meio Campo defensivo, em vez de tentar ampliar a vantagem. Ainda assim, as melhores oportunidades foram dos Campeões Nacionais e defensivamente a equipa de Vítor Pereira não deu hipóteses ao Vitória de Guimarães, à excepção de um lance em que Maranhão quase aproveitou um desentendimento entre Rolando e Helton.

De resto, sem golos na etapa complementar, os maiores aplausos surgiram aos 66 minutos, quando os Colombianos Guarín e Falcao entraram em campo, eles que apenas começaram a treinar com o restante plantel há coisa de uma semana.

O FC Porto voltou a vencer o Vitória de Guimarães, tal como tinha acontecido na final da Taça de Portugal, e mostrou, pela forma como jogou ao longo dos 90 minutos, que não há qualquer ruptura com o passado recente, o que deixa boas perspectivas no horizonte dos Adeptos Azuis e Brancos para a nova temporada.

Os confrontos entre as duas equipas, contudo, não ficam por aqui e no próximo Domingo há mais um jogo agendado entre Vitória de Guimarães e FC Porto, com os mMnhotos a receberem os Campeões Nacionais na primeira jornada do Campeonato.

Melhor em Campo: Kléber

P.S: Surgiram aqui pelo Blog alguns Drs. do Futebol afirmando que eu, The Blue One, nada percebia de Futebol. Sucede pois que eu escrevi na antevisão desta partida que o FC Porto deveria ter cuidado com o jogo aéreo dos Vimaranenses. E não é que o Guimarães marcou um golo de cabeça após um Canto? Bem diz o Povo "que vozes de Burro não chegam aos Céus". Há mesmo pessoas que caladas são uns autênticos Poetas…..

4 comentários:

santos AAC disse...

Caro The Blue One: creio que poderia ter terminado o seu PS parafraseando o maior asno que passou pelo futebol português. A frase ideal, seria "Ué! e o burro sou eu???"
Saudações Académicas e parabéns pelo 1.º título da era Vitor Pereira.
PS - já agora uma notinha só: Finalmente o Record reconheceu que o Porto passou o benfica na lista de títulos ganhos. Para eles, está agora 70-69 (com a já famosa Taça Lat(r)ina). Acredito que em breve vão passar a considerar a Eusébio Cup para fazer o benfica voltar a ter mais títulos.
Santos D.

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem confirmamos o nosso favoritismo, vencemos o 70º. título OFICIAL da nossa história, e também fizemos história ao fazer o Tri nesta Supertaça.

Quanto ao jogo, dominamos e controlamos o mesmo com superioridade, diante de um adversário valoroso e lutador.

No computo geral os jogadores estiveram bem, sendo que sobressaíram Hulk pelos desequilíbrios constantes, e Rolando pelos 2 golos apontados.

Notas também de realce para Maicon, Fucile, Moutinho e Ruben, que efectuaram uma exibição positiva.

Souza teve momentos bons e maus. Era capaz de um excelente corte na transição adversária, como depois fazia uma asneira de todo o tamanho. Continuo a achar que Castro seria a opção certa.

Kleber e Varela estiveram mais apagados, fruto da marcação cerrada de que foram alvo. Este Vitória aprendeu com o final da Taça e Portugal e foi bem mais prudente.

Realce para os regressos de Guarin e Falcao, que desejamos que permaneçam nesta equipa, que este ano pode almejar grandes conquistas.

Péssima arbitragem de Pedro Proença, que felizmente não teve influência no resultado.

Excelente presença humana nas bancadas, com os nossos adeptos brilhante no apoio à equipa, e a comemorarem mais este título com a equipa.

Abraço e boa semana

Paulo

pronunciadodragao.blogspot.com

P. Ungaro disse...

Boas,

O jogo de ontem não foi propriamente um jogo de encher o olho, a espaços ate sonolento, no entanto dominamos o jogo do principio ao fim. Mais uma vez e como ja tinha previsto o destaque vai para o arbitro com 3 !!! grandes penalidades não assinaladas sobre Ruben, Hulk e Falcão ... Nova epoca velhos habitos.
Resumindo e concluindo temos que melhorar em termos exibicionais mas a verdade é que temos mais um caneco para o museu.

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

The Blue One disse...

@ santos AAC

Sabe meu caro amigo, eu até me questiono se esta gentinha que tem a mania de rebaixar os outros e quem nem Português sabem ler (porque eu nunca maltratei ninguém aqui no Mística, nunca disse que o Danilo não prestava nem nunca fui ingrato seja com quem for), iriam alguma vez entender o recado se ele tivesse seguido a forma que sugeriu.

O problema desta malta é muito simples:

O FC Porto ganhou tudo e mais alguma coisa e o Futebolar fechou há muito tempo. Estão de férias e como não tem mais nada para fazer, e uma vez que o Mística não embarca numa de bater no Benfica todos os dias, eles preferem vir para aqui chatear. O problema é que aqui ninguém os atura. Ainda se trouxessem algo de construtivo… Adiante.

Obrigado pelos parabéns. Vamos a ver se este é o primeiro de muitos. O Treinador e os seus Adjuntos ainda parecem estar ainda muito maduros, mas ainda estanhos no inicio e há que dar tempo ao tempo.

"Finalmente o Record reconheceu que o Porto passou o benfica na lista de títulos ganhos. Para eles, está agora 70-69 (com a já famosa Taça Lat(r)ina)."

Não me diga. Será que bateram com a cabeça em algum lado e quase que acordaram para a realidade?

€ Dragus Invictus

Mais um excelente comentário da sua parte. Em poucas linhas disse tudo.

@ P. Ungaro

"Resumindo e concluindo temos que melhorar em termos exibicionais mas a verdade é que temos mais um caneco para o museu."

Totalmente de acordo. Vamos a ver como vão ser as coisas no próximo Domingo.

Cumprimentos a todos e Boas Férias.