quarta-feira, 19 de julho de 2017

As Focas Amestradas Não Desarmam

O nosso Clube fustigado durante uma década pelo apito de folheta teve, pelo menos, uma compensação. Finalmente fizeram-nos justiça. Estranhamente os cartilhados dos pasquins, rádios e tvs, em vez de emigrarem corados de vergonha, não largam a presa e continuam a enganar os pacóvios que ainda os seguem.
 
Por exemplo o Rascord jornal presumivelmente apoiante do Sporting não engana ninguém. Descobriu que vende mais se apoiar a “instituição”. Em poucos dias publicou entrevistas de favor a Luís Filipe Vieira, Mário Figueiredo, José Manuel Meirim, e pasme-se, a João Gabriel corrido do clube da treta e que agora anda a pastar para os lados do Dubai. E sabem qual foi a sua declaração final na entrevista: “Esta Liga não serve o futebol português, e isso tem a ver com a liderança de Pedro Proença”.
Fernando Seara candidato a tudo que mexe, lambe-botas de Vieira e mandatário da sua candidatura, cumprimenta Mister Burns. Como em Sintra lhe puseram as malas à porta provavelmente vai convidá-lo para visitar o “concelho” de Odivelas. 
 
Ninguém desmente os e-mails. O caloteiro Vieira, os parodiantes do Mais Transferências da TVI24, o funcionário da RTP Carlos Daniel, o cronista de cinema João Gobern, o luvas-pretas João Alves, o barrigudo Pedro Guerra e as restantes marionetas só se preocupam com a forma como foram conseguidos. Ninguém analisa o seu conteúdo. O mesmo se passa com os cartilhados, esses pobres de espírito que recebem instruções através de Carlos Janela. Vão admitindo um-a-um que “alguém os envia mas não seguem a cartilha à letra”!
 
Na Comissão de Arbitragem (delegados e observadores incluídos), na Justiça na Disciplina e na própria FPF o mais completo silêncio. O imbecil do Dia Seguinte e o senhor Pinhão foram corridos da BOLHA, apenas se mantém por lá os antigos comentadores afetos ao clube da treta mais duas pérolas contratadas: Bagão Félix e Sílvio Cervan. Dos comentadores portistas, exceção feita a Pedro Marques Lopes permanecem como críticos do nosso presidente: Paulo Teixeira Pinto e Miguel Sousa Tavares. 
 
A entrevista de José Manuel Meirim é de ir às lágrimas. “Não sabe, não quer saber, não estava cá, não vai ao futebol”! “Não visito a comunicação social, os blogues… continuo numa rota que pode estar errada mas é a minha rota”! “Criámos um Tribunal (TAD) que afinal acaba por não decidir nada em termos concretos”. Como bouquet final deste fogo-de-artifício de pré-época atreve-se a anunciar: “tudo faremos para ter decisões em 15 dias”! Importa-se de repetir?
 
Até à próxima

segunda-feira, 17 de julho de 2017

O Cantinho das Modalidades

  • Andebol
- O FC Porto entra em prova na Taça EHF 2017/18 na segunda ronda de qualificação, com jogos agendados para 7 ou 8 e 14 ou 15 de outubro de 2017. Os Dragões qualificaram-se para a competição por via do segundo lugar obtido na última edição do Andebol 1 e vão procurar repetir pelo menos a campanha do ano anterior, em que ultrapassaram a terceira ronda de qualificação e acederam à fase de grupos. Os sorteios da primeira e segunda eliminatórias realizam-se a 18 de julho, na sede da EHF, em Viena.

A segunda ronda de qualificação inclui os 15 vencedores da primeira ronda e os 17 cabeças de série, entre os quais se inclui o FC Porto. Para a última barreira antes da fase de grupos (18 ou 19 e 25 ou 26 de novembro), as 16 formações apuradas irão juntar-se no sorteio (17 de outubro) a equipas poderosas como o Göppingen (campeão em título) e o Granollers, que defrontaram os portistas na época passada, e outros velhos conhecidos como La Rioja, Füchse Berlin e Saint-Raphaël.

  • Ciclismo
- Amaro Antunes sagrou-se vencedor da edição 2017 do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho. Ao terminar em terceiro lugar a quarta e última etapa da prova, que ligou São Martinho do Porto ao Parque Eólico da Carvoeira (162 quilómetros), o ciclista da W52-FC Porto-Mestre da Cor segurou a camisola amarela e o primeiro lugar da geral individual.

A W52-FC Porto-Mestre da Cor também triunfou por equipas. 

  • Desporto Adaptado
- Depois do grande sucesso na fase de pares e equipas, na qual Carla Oliveira conquistou a medalha de ouro no par BC4, a fase individual do BIESFED 2017 Regional Open teve dois Dragões em acção na seleção portuguesa de boccia: Bruno Ribeiro e a já referida Carla Oliveira.

Bruno Ribeiro, na classe BC3, passou em primeiro lugar na fase de grupos após vencer os dois jogos, o primeiro frente a Jari Rummukainen (Grécia) e o segundo por falta de comparência do seu adversário, Thomas Knoth (Alemanha). Nos oitavos de fina, Bruno Ribeiro foi eliminado por Christoffer Hagdahl (Suécia), uma vez que, apesar de ter vencido os dois últimos parciais, os pontos obtidos não foram suficientes.

Carla Oliveira, na classe BC4, ficou em segundo lugar na fase de grupos depois de ter vencido Anita Raguwaran (Alemanha) e de ter sido derrota por Andrzej Janowski (Polónia). A perspetiva seria passar à fase seguinte, mas a desclassificação de dois atletas israelitas alterou a organização da prova e ditou a eliminação de Carla Oliveira.

- Carla Oliveira e Pedro da Clara, atletas de boccia do FC Porto da classe BC4, foram convocados para representar Portugal no BISFed 2017 Sevilha World Open, três dias depois de Carla ter conquistado a medalha de ouro na mesma categoria durante o Regional Open de Poznan, na Polónia, fazendo par com Manuel Cruz e Domingos Vieira.

O World Open decorrerá de 23 de julho a 7 de agosto, em Sevilha, Espanha, e apresenta-se como mais uma etapa de preparação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, que se realizam em agosto e setembro de 2020.

  • Natação
- O FC Porto foi terceiro classificado na edição de 2017 do Campeonato Nacional Masters de Verão, disputado na Piscina Municipal de Vila Nova de Famalicão, em jornadas de 10 horas ininterruptas que contaram com a participação de 685 nadadores, dos 25 aos 90 anos, em representação de 65 clubes.

A equipa portista, menos numerosa do que as representações do Fluvial Portuense e do Algés, primeiro e segundo classificados, respetivamente, conquistou o maior número de medalhas (25) no escalão principal, somou um total de 1.312,00 pontos, venceu várias provas e bateu 12 recordes nacionais da categoria.
 
- Mariana Barbosa, nadadora juvenil do FC Porto, conquistou a medalha de ouro nos 200 metros mariposa na final dos Campeonatos Absolutos-Júnior da Andaluzia em que está a participar ao serviço da seleção nacional. Foi com o tempo de 2.22,42 minutos que a jovem atleta venceu a prova e subiu ao mais alto lugar do pódio, fixando assim& um um novo máximo pessoal.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Pensamento da Semana: Santa bajulação

Bem sei que esta altura do campeonato é deveras complicada para quem trabalha na Comunicação Social desportiva e tem o dever de informar, mas estar todos os dias a bajular Aboubakar enjoa e parte do princípio – errado - de que todos os adeptos do Futebol Clube do Porto são “tapadinhos”.

Na temporada passada Vincent Aboubakar tornou pública (por mais do que uma vez) a sua vontade de não voltar a jogar pelo FC Porto. E em muitas ocasiões este foi até mesmo agressivo na forma como expressou este seu desejo. Desejo este que, diga-se desde já, é perfeitamente legítimo. Assim como também é perfeitamente legítimo a qualquer adepto do FC Porto sentir uma enorme antipatia por um jogador que disse por mais do que uma vez que não queria regressar ao FC Porto.

Daí eu não entender esta necessidade que o jornal OJOGO sente de dia sim e dia sim bajular o camaronês como se do Samuel Eto'o se trate…

Já todos sabemos que o atleta em questão é fraquíssimo em termos psicológicos, mas esta bajulação doentia e constante apenas servirá para enfraquecer ainda mais a vertente psicológica de Aboubakar. Para mais quando algo não lhe correr bem nos jogos a sério não faltará quem o queira “crucificar”… Inclusive o aqui por demais referido diário! 
p.s. Isto é uma vergonha… Francisco J. Marques expõe o óbvio sobre um árbitro que prejudicou descaradamente o Futebol Clube do Porto e é punido por isto. Que a voz nunca lhe doa! E muito gostaria que Pinto da Costa voltasse a ter cojones!

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Anúncios Leva-os o vento

Aproveitando a Silly Season gostava de fazer um apelo aos meus amigos Portistas. Vamos lá deixar de atirar picardias uns aos outros, apoiar os nossos jogadores e equipa técnica, esquecer o que de mau se passou na última temporada e acreditar no futuro.
Passo a explicar. Quais tem sido os nossos principais problemas? Uma gestão financeira desequilibrada fruto de uma política de contratações errada que culminou com o anunciado incumprimento do Fair-Play Financeiro e que nos obrigou a meter travões a fundo para evitar males maiores.
 
Assim não valerá a pena chorar sobre o leite derramado nem estarmos a mandar palpites ou fazer contas de cabeça. Se a venda do Rúben foi boa ou má, o Herrera sai ou fica, o Brahimi é transferido ou não. Todas as soluções comportam fatores externos à nossa vontade.
Não estamos sozinhos. Já não bastavam os extraterrestres dos árbitros e delegados a levar o clube da treta ao colo ainda nos damos ao trabalho de discutirmos os estafados temas das contas, as contratações, e pasme-se, o reacender do tema “é preciso mudar de presidente”! 
 
Agora? Nesta altura? Vou dar uma dica ao senhor Schneider ou lá quem é. Se quer ser presidente traga projetos e orçamentos debaixo do braço, uma lista credível, e se possível aquilo com que se compram os melões. Já o devem ter informado que o presidente, por razões óbvias, deve ser o mesmo para o Clube e SAD. As eleições são em 2020. Apareça mas não coloque os anúncios da candidatura na BOLHA. Nenhum Portista lê essa merda!
 
Até à próxima

segunda-feira, 10 de julho de 2017

O Cantinho das Modalidades

  • Andebol
- A equipa de andebol regressa ao trabalho a 20 de julho, uma quinta-feira, num dia para o qual estão agendados exames médicos e físicos. Trata-se assim da primeira modalidade de pavilhão a dar por terminadas as férias, com o treino inaugural a ter lugar no dia seguinte, 21. Recorde-se que os Dragões serão orientados em 2017/18 pelo dinamarquês Lars Walther, de 51 anos.

  • Basquetebol
- Pedro Pinto é reforço da equipa de basquetebol, tendo rubricado com o clube um contrato válido para as próximas três temporadas. O base internacional português, de 29 anos, chega ao FC Porto depois de se desvincular do Vitória de Guimarães, clube que representou durante quatro épocas, reforçando assim as posições de base e extremo no plantel portista.

- António Monteiro assinou contrato válido por duas temporadas e está de regresso ao plantel orientado por Moncho López versão 2017/18. O basquetebolista, de 28 anos e 2,05m, representou o Lusitânia na época passada, tendo-se distinguido como um dos melhores jogadores da equipa açoriana.

  • Hóquei em Patins
- O FC Porto, recém-consagrado campeão nacional de hóquei em patins, é o clube mais representado no Cinco Ideal do campeonato 2016/17 escolhido pelos treinadores e capitães das equipas, numa votação levada a cabo pelo site HóqueiPT.

Desafiados a indicar um guarda-redes e quatro jogadores de pista, sendo que nenhum poderia ser da equipa que representavam, treinadores e capitães colocaram o guarda-redes Nélson Filipe e os defesas/médios Reinaldo Garcia e Hélder Nunes entre os melhores do campeonato, juntamente com os avançados Jordi Bargalló (Oliveirense) e João Rodrigues (Benfica).

Hélder Nunes, capitão do FC Porto, foi o mais votado, tendo sido escolhido 16 vezes em 24 possíveis, além de ser o único jogador que repete a presença no Cinco Ideal em relação a 2015/16. A segunda equipa é composta por Ângelo Girão (Sporting), Carlos Nicolía (Benfica), Diogo Rafael (Benfica), Rafa (FC Porto) e João Souto (Oliveirense).

- O guarda-redes Nélson Filipe (32 anos), eleito o melhor da edição 2016/17 do campeonato, e o avançado Jorge Silva (33) renovaram contrato com o FC Porto Fidelidade, com o guardião a prolongar o vínculo por duas temporadas e o avançado por mais uma.

- Álvaro Morais vai reforçar o plantel do FC Porto Fidelidade em 2017/18. O avançado, de 21 anos, chegou à equipa principal dos campeões nacionais no verão de 2015, contratado ao Valongo, mas já tinha passado pelos escalões de formação azuis e brancos. Na temporada que terminou foi emprestado ao Óquei de Barcelos e regressa agora ao Dragão Caixa, ocupando a vaga deixada no plantel pela saída de Vítor Hugo.

- As equipas de Sub-17 e Sub-15 do Dragon Force/FC Porto sagraram-se campeãs nacionais de hóquei em patins. Os Sub-17 portistas bateram o Sporting (5-2) e empataram com o Benfica (3-3), resultados que permitiram chegar ao título nacional. Os Sub-15, por sua vez, venceram o Sporting (5-3) e o Sporting de Tomar (4-3), sagrando-se bicampeões nacionais.

Pior sorte teve a equipa de Sub-13 do Dragon Force/FC Porto, que venceu todos os jogos no campeonato e só perdeu na final, frente ao Paço de Arcos (4-7), falhando assim a conquista do título. Ainda assim, esta temporada, os Sub-13 foram campeões distritais, à semelhança dos Sub-15, que ganharam todos os jogos na fase de apuramento do campeão.

Os Sub-17, vice-campeões distritais, garantiram o tão desejado título nacional, que ficou selado com um empate a três golos frente ao Benfica. Em 2016/17, o hóquei em patins portista teve quatro equipas campeãs nacionais: FC Porto, FC Porto B, Sub-17 e Sub-15.

  • Ciclismo
- João Rodrigues foi o melhor portista no contrarrelógio de Elites dos Campeonatos Nacionais de Estrada, que se realizou em Santa Maria da Feira. O ciclista da W52-FC Porto-Mestre da Cor terminou os 33,9 quilómetros na sexta posição, com o tempo de 43m23s.

O vencedor foi Domingos Gonçalves (RP-Boavista), que cumpriu a distância em 42m19s, seguido de Rafael Reis (Caja Rural-Seguros RGA) e Sérgio Paulinho (Efapel). Tiago Ferreira, o outro Dragão em prova, ficou em nono lugar (44m36s), a 2m17s do vencedor.

- O portista Rui Vinhas terminou em segundo lugar a prova em linha do campeonato nacional, sagrando-se assim vice-campeão. O atual detentor da Volta a Portugal cumpriu as 10 voltas ao Circuito de Gondomar, num total de 177 quilómetros, em 4h36m28s, com apenas três de atraso para Rúben Guerreiro (Trek-Segafredo), que é o novo campeão nacional. Ricardo Vilela (Manzana Postobon), a quatro segundos do vencedor, fechou o pódio.

Entre os dez primeiros, destaque para mais dois portistas: António Carvalho foi sexto, a 24 segundos do vencedor, e João Rodrigues foi nono, a 2m46 de Guerreiro.

- O galego Gustavo Veloso terminou o prólogo da edição de 2017 do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras/Troféu Joaquim Agostinho na segunda posição, concluindo os primeiros oito quilómetros da prova em 10m31s.

O ciclista da W52-FC Porto-Mestre da Cor foi apenas ultrapassado pelo vice-campeão norueguês de contrarrelógio, Andreas Vangstad (Team Sparebanken Sor), que gastou menos oito segundos (10m23s) do que o portista para completar o percurso praticamente plano, na freguesia do Turcifal. É ele que sairá vestido de amarelo na primeira etapa.

No que a ciclistas do FC Porto diz respeito, destaque para mais dois nomes: Samuel Caldeira ficou com o sétimo tempo (10m45s) e Raúl Alarcón fechou o top-10 (10m49s).

- Samuel Caldeira foi o portista mais rápido da primeira etapa do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho. Numa chegada ao sprint, o corredor da W52-FC Porto-Mestre da Cor terminou a tirada no segundo lugar, com o mesmo tempo do vencedor, o francês Yannis Yssad (Armée de Terre).

- Amaro Antunes foi o primeiro a cortar a meta no alto de Montejunto, depois de percorridos 155 quilómetros da segunda etapa do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho desde Sobral de Monte Agraço. O corredor da W52-FC Porto-Mestre da Cor cortou a meta ao fim de 3h51m52s, 23 segundos antes de Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira). O terceiro classificado foi José Neves (Liberty Seguros/Carglass), que subiu ao comando da geral individual, destronando o norueguês Andreas Vangstad.

- Amaro Antunes, da W52-FC Porto-Mestre da Cor, assumiu a liderança do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho, que termina com a realização da quarta e última etapa, entre São Martinho do Porto e o Parque Eólico da Carvoeira (162 quilómetros).

- Amaro Antunes sagrou-se vencedor da edição 2017 do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho. Ao terminar em terceiro lugar a quarta e última etapa da prova, que ligou São Martinho do Porto ao Parque Eólico da Carvoeira (162 quilómetros), o ciclista da W52-FC Porto-Mestre da Cor segurou a camisola amarela e o primeiro lugar da geral individual.

Na classificação final, Amaro Antunes registou um total de 16h22m17s, menos 15 segundos do que Rinaldo Nocentini e menos 18 do que Frederico Figueiredo, ambos do Sporting-Tavira, segundo e terceiro classificados, respetivamente. Sem mais Dragões no top-10, estas foram as posições finais dos outros portistas em prova: João Rodrigues (19.º), Gustavo Veloso (24.º), Samuel Caldeira (37.º), Ricardo Mestre (38.º), Raúl Alarcón (40.º), Tiago Ferreira (70.º), Àngel Sánchez Rebollido (87.º).

A W52-FC Porto-Mestre da Cor também triunfou por equipas.

  • Desporto Adaptado
- Carla Oliveira ajudou a seleção nacional de boccia a conquistar a medalha de ouro no BISFED 2017 Regional Open, que se disputa até domingo na Polónia. A atleta do FC Porto participou no par BC4, juntamente com Manuel Cruz e Domingos Vieira, que no tie brakeda final derrotou a Croácia por 1-0, após um empate a dois.

Após perder com a Alemanha, já no parcial de desempate, e ter vencido a Turquia na fase de grupos, Portugal bateu a Eslováquia por 5-3 na meia-final.

Este sábado inicia-se a fase individual da competição, na qual também já entra em campo Bruno Ribeiro na classe BC3, enquanto Carla Oliveira participará na classe BC4.

Para além da medalha de ouro no par BC4, Portugal também conquistou o primeiro lugar no par BC3 e no par BC1/BC2.

- Depois do grande sucesso na fase de pares e equipas, na qual Carla Oliveira conquistou a medalha de ouro no par BC4, a fase individual do BIESFED 2017 Regional Open teve dois Dragões em ação na seleção portuguesa de boccia: Bruno Ribeiro e a já referida Carla Oliveira.

Bruno Ribeiro, na classe BC3, passou em primeiro lugar na fase de grupos após vencer os dois jogos, o primeiro frente a Jari Rummukainen (Grécia) e o segundo por falta de comparência do seu adversário, Thomas Knoth (Alemanha). Nos oitavos de fina, Bruno Ribeiro foi eliminado por Christoffer Hagdahl (Suécia), uma vez que, apesar de ter vencido os dois últimos parciais, os pontos obtidos não foram suficientes.

Carla Oliveira, na classe BC4, ficou em segundo lugar na fase de grupos depois de ter vencido Anita Raguwaran (Alemanha) e de ter sido derrota por Andrzej Janowski (Polónia). A perspetiva seria passar à fase seguinte, mas a desclassificação de dois atletas israelitas alterou a organização da prova e ditou a eliminação de Carla Oliveira.

  • Natação
- O FC Porto foi o grande vencedor dos Campeonatos Regionais de Clubes, que decorreram na Piscina Olímpica de Campanhã. A formação portista totalizou 3054 pontos e superou a concorrência, nomeadamente o Fluvial Portuense (2984) e o Famalicão (2876), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

A equipa azul e branca, que se sagrou campeã, entrou em prova com 33 nadadores de ambos os sexos, entre Juvenis, Juniores e Seniores. No total, os Campeonatos Regionais movimentaram 330 nadadores de 22 clubes da área geográfica da Associação de Natação do Norte de Portugal. - O FC Porto estará representado por 11 nadadores nos Jogos do Eixo Atlântico, que decorrem em Lugo, na Galiza, Espanha. Beatriz Santos Silva, Catarina Carvalho Pereira, Catarina Silva Soares, Bárbara Vilela Magalhães, Rita Constança Cardoso, Martim Neiva Almeida, João André Oliveira são todos juvenis e vão competir pela seleção do município do Porto em natação pura, assim como Amadeu Cruz, Catarina Rocha, Humberto Mendes e Sara Duarte o farão na natação adaptada.

Humberto Mendes foi também convocado para participar na Competição Europeia para Pessoas com Autismo, em Itália, entre 6 e 11 de setembro.

sábado, 8 de julho de 2017

Cartilhas, cartilhados e meia dúzia de tretas

A 07/07/2017 às 16h28 foi publicada a seguinte notícia no site SAPO Desporto com o título “Árbitros boicotam sorteio da Liga”. Conclui a aqui referida notícia que – passo a citar - a APAF tem manifestado o seu desagrado pelos alegados conteúdos dos e-mails do Benfica, e revelados pelo FC Porto, assim como o levantamento de suspeitas de favorecimento ao clube da Luz.

Neste mesmo dia (portanto a 07/07/2017) ás 21h55, o mesmo site publica uma outra notícia com o título “Luciano Gonçalves nega boicote de árbitros a cerimónia de prémios da Liga”. Para que conste, Luciano Gonçalves é o Presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF).

Tendo em consideração que o aqui por demais referido site faz apenas “eco” a publicações de outros serviços noticiosos, a conclusão que se pode (e deve) retirar é a de que as cartilhas do SL Benfica existem mesmo e que na nossa Comunicação Social há quem não tenha vergonha nenhuma de ser um dos cartilheiros que actuam a favor dos interesses obscuros do Clube da Luz!

Depois ainda temos o Presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional a pedir para ”que se fale das “muitas coisas positivas do futebol português e não das polémicas”.… 

O Pedro quer que se fale somente das coisas positivas do futebol português? Então o Pedro que faça o impossível para que a Lei das Claques seja cumprida pelo SL Benfica e para que os órgãos disciplinares da Liga actuem perante as recentes denúncias sobre aquilo que o SL Benfica tem andado a fazer. 

Ressalve-se que o Benfica não desmentiu (nem desmente) o conteúdo dos e-mails que tem chegado ao conhecimento de todos nós! 

Menos tretas e mais acção se faz o favor!