terça-feira, 21 de agosto de 2018

F C Porto TV

Os adeptos do FC Porto espalhados um pouco por todo o mundo poderão em breve assistir a algumas transmissões em direto de jogos da equipa B, dos escalões de formação e das modalidades. O Clube, através da Porto Media, vai lançar a FC Porto TV. As emissões são exclusivamente digitais, transmitidas através da internet e terão ainda alguns conteúdos próprios não se prevendo nenhum investimento avultado ao nível da distribuição. 
As verbas virão exclusivamente do contrato de cinco milhões de euros anuais celebrado com a Porto Media para a difusão do Porto Canal sem que haja desinvestimento no atual canal mas antes, uma reestruturação, para que numa fase inicial com investimento semelhante seja possível manter qualidade nos dois projetos. A partilha de materiais e de recursos humanos está naturalmente associada a essa otimização do investimento. 
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, vai ser também, por inerência do cargo que ocupa, o máximo responsável por esta nova plataforma. O objetivo da FC Porto TV é tornar acessíveis os conteúdos do clube especialmente para que os seus adeptos que vivem no estrangeiro possam ter acesso por via digital (computador, tablete ou telemóvel) aos conteúdos do clube. Este projeto permitirá sem grandes custos de distribuição prosseguir com os objetivos de internacionalização da marca.
 
Entretanto, e preparando já o terreno, o FC do Porto apresentou uma providência cautelar em tribunal para anular alguns pontos do novo Regulamento da Liga em artigos que considera “constituírem benefícios para a Sport TV” nomeadamente no Artigo 90º que consiste na obrigatoriedade de uma “superflash” no relvado no final dos encontros, e também no Artigo 94º que impõe o acesso a treinadores e jogadores para entrevistas antes da realização de cada jornada. Com esta iniciativa o Clube pretende proteger conteúdos que entende “deverem ficar restritos ao Porto Canal e à F C Porto TV”.
O Canal vai arrancar no decorrer desta época provavelmente ainda em 2018 fazendo parte de um conjunto de iniciativas que integram o 125º aniversário do clube. De saudar que alguns dos profissionais do Porto Canal vão transitar para a F C Porto TV. Ficamos a aguardar mais notícias no Relatório e Contas da SAD que deverá ser apresentado antes do final de Agosto
 
NR – O logotipo do Canal não é nenhum dos apresentados acima. São apenas palpites meus.

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Aquela “estrelinha” num dia histórico

imagem retirada de zerozero
Hoje é um dia histórico para o nosso futebol. Hoje foi o dia em que o Vídeo-árbitro (VAR) foi isento e coautor de um critério arbitral uniforme. Nunca antes tal tinha sucedido num jogo do futebol Clube do porto na Liga NOS. Digo tal por causa das duas Grandes Penalidades que foram assinaladas por Carlos Xistra. Ambas são o resultado de lances muito parecidos que tiveram a mesma sanção. Claro que agora “os do costume” vão fazer o habitual ruído, mas “estes” só incomodam quem lhe dà importância. Adiante. Vamos ao jogo em si.

Quanto ao jogo jogado (aquilo que realmente interessa), fosse o futebol uam ciência exacta e o empat e teria sido o resultado mais justo. O tal de “Belenenses SAD” - não vou aqui chamar o tal “Clube” pelo seu real nome porque estou de férias e não me apetece estar aqui a “discutir política”) – jogou muito e bem. Foi uma equipa que não teve, em momento algum, medo de fazer frente à equipa portista. Procurou ter a posse da bola e com esta incomodou a defesa de uma equipa azul e branca que não conseguiu impor o seu futebol. A certa altura dizia para mim mesmo que somente um lance de bbola parada poderia ditar a desejada vantagem portista, e assim foi quando Alex telles marca de forma preciosa um livre lateral que Diogo Leite aproveitou da melhor maneira poss´+ivel. Mas nem assim este “Belenenses” baixou os braços. Pelo contrário. Os comandados de Silas foram para a frente e deram sempre muito que fazer a um meio campo e defesa azul e branca que teve sempre muitas dificuldades em explanar o seu futebol no relvado do Estádio do Jamor. Só o segundo golo dos Dragões marcado no inicio da segunda parte graças a um tremendo disparate de um atleta dos “Azuis” do Jamor é que “deitou por terra” todo a boa exibição que este “Belenenses” vinha fazendo até ao momento. Não fosse a asneira de um defensor portista no lance do penálti e acredito plenamente que o FC Porto se ia limitar a gerir o esforço até ao apito final de Carlos Xistra…

E é precisamente este último o ponto que me preocupou e que me faz pensar que a goleada na jornada inaugural não foi mais do que fruto de algum sorte (e de algum mérito). É preciso ter-se em linha de conta que hoje o Futebol Clube do Porto teve imensas dificuldades perante uma equipa que estava preparada para fazer frente ao Dragão. O “Belenenses SAD” esteve completamente à vontade na luta pela posse da bola no meio campo. O que não se percebe se tivermos em linha de conta que o meio campo azul e branco é composto por atletas que tem como função o controle da posse da bola e o impedir que o adversário desenvolva as saus jogadas. Bem sei que Héctor Herrera é, para muitos, o elo mais fraco dste meio campo, mas hoje este não me pareceu ter sido a razão de tão complicado desafio. Estou antes em crer que a responsabilidade por este suadíssima e. em certa medida, sortuda vitória portista no Jamor se deveu. Em grande parte, à inoperância de Sérgio Conceição que aquando do 2 a 1 a favor dos azuis e brancos deveria ter aproveitado para reforçar o seu meio campo com a entrada de Oliver Torres para, desta forma, impedir que os pupilos de Silas pudessem acreditar na conquista do seu objectivo de empatar com o Futebol Clube do Porto naquilo que apelidam de “casa”. Nem sempre o recurso ao programa que é trabalhado durante a semana nos treinos é o melhor caminho. Sérgio Conceição já deveria saber de tal…

Contudo, o mais importante é que se venceu hoje diante de um adversário de valor. Tal permite que o FC Porto continue a liderar a Liga NOS com a concorrência por perto. Mas não se pode voltar dar o flanco como hoje… O VAR e o profissionalismo de quem apita os jogos dos Dragões não vai estar sempre presente.

MVP (Most Valuable Player): Alex Telles. Duas assistências para golo e autor do golo da vitória portista. Penso que estes são argumentos – mais do que – válidos para dar o MVP a Alex. Contudo sou da opinião que este a defender esteve um pouco abaixo do normal (como a maioria dos seus colegas de equipa, diga-se desde já).

Chave do Jogo: Inexistente. Em momento algum “Belenenses SAD” e FC Porto foram capazes de criar um lance que fizesse com que a vitória final pendesse, em definitivo, para o seu lado.

Arbitragem: No lance da primeira grande penalidade, Carlos Xistra nada assinalou à primeira vista, mas não teve problemas em recorrer ao vídeo-árbitro (VAR) para ter uma segunda leitura do lance. O mesmo sucedeu na segunda. Foi ver o lance e assinalou penálti a favor dos dragões. Em análise muito geral, arbitragem positiva do juiz da partida.

Positivo: Iker Casillas. Velhos são – e continuam a ser – os trapos. Numa defesa que andou quase sempre aos papéis, Casillas foi o que mais fez para manter a baliza portista em branco com uam série de defsas fora de série.

Negativo: Felipe. Ao que parece a convocatória para a selecção do seu país fez-lhe mal. Muita desconcentração e disparates q.b. durante toda a partida. Não fosse Iker o dono da baliza… 
 
Artigo publicado no blog o gato no telhado (19/08/2018)

domingo, 19 de agosto de 2018

Uma visita diferente ao Jamor

Sem tempo a perder. O FC Porto visita este domingo o Belenenses SAD com os olhos nos três pontos. Os dois principais rivais e também crónicos candidatos à conquista do título nacional cumpriram o objetivo traçado para 2.ª jornada e passaram a 'batata quente' aos dragões.

Pela frente, a equipa de Sérgio Conceição tem um adversário 'duro de roer'. Nas duas últimas visitas a casa do Belenenses SAD, o FC Porto empatou uma e perdeu outra e será que não há duas sem três?

O palco do encontro é 'novo' e será no mínimo estranho ver o FC Porto a jogar no Jamor sem ser para a Taça de Portugal. O diferendo entre clube e SAD da equipa de Belém resultou na saída do Restelo e o palco da final da prova rainha do futebol português acolhe os jogos em 'casa' da turma de Silas na época 2018/19.

O antigo jogador e agora treinador da equipa belenense entrou com o pé direito na Liga NOS 2018/19, com um triunfo na deslocação a Tondela (0x1), tal como o homólogo do FC Porto.

Sérgio Conceição arrancou o Campeonato com um expressivo triunfo sobre o Chaves (5x0), numa demonstração clara de força, sobretudo ofensiva, dos atuais campeões nacionais.

O FC Porto festejou em 2011 no Jamor, mas agora a competição é outra... Conseguirá conquistar os três pontos?
CLICAR PARA AMPLIAR
Artigo publicado no site zerozero

sábado, 18 de agosto de 2018

Isto até já lá vai a pedido

Isto está bonito está.

Depois de se ter demonstrado por a+b que a polémica em torno do atleta Yacine Brahimi não passa de – mais uma - alucinação do tal de Sport Lisboa e Benfica e da malta que (supostamente) o dirige, eis que a equipa liderada por José Manuel Meirim faz o impensável só porque isto agora até já lá vai a pedido e, de preferência, na Praça Pública.

Mas por mim até que podem suspender o Brahimi. Aliás, eu se fosse ao Benfica exigia na Praça Pública a suspensão de todo o plantel e equipa técnica do Futebol Clube do Porto. Pode ser que assim vençam alguma coisa esta época. 

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Classificação das Ligas do Porto com Mística

classificação completa aqui
Treinador da Semana: Parabéns ao JCFX (Treinador da equipa CaciqueFX) que foi quem fez mais pontos na 1.ª Jornada da Liga NOS
classificação completa aqui
Treinador da Semana: Parabéns ao Salvador & Santigo (Treinador da equipa Hélder Aguiar) que foi quem fez mais pontos na 1.ª Jornada da Premier League

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

O Cantinho das Modalidades

Andebol

- A equipa de andebol do FC Porto cumpriu com sucesso o primeiro teste da pré-temporada de 2018/19, ao vencer confortavelmente os holandeses do Hellas Den Haag, por 40-16, no V Torneio Internacional de Gaia, que se disputa no Pavilhão Municipal da cidade. Do lado da formação portista, os destaques vão para os seis golos conseguidos pelo júnior Miguel Pinto e outros tantos apontados por Daymaro Salina.

- A equipa de andebol do FC Porto garantiu a segunda vitória em igual número de jogos de preparação para a temporada 2018/19. Os Dragões superaram o BM Nava de Espanha por 29-22, concluindo uma participação cem por cento vitoriosa no V Torneio Internacional de Andebol de Vila Nova de Gaia.

Ciclismo

- Raúl Alarcón é o grande vencedor da 80.ª edição da Volta a Portugal, que terminou, em Fafe, com um contrarrelógio individual de 17,3 quilómetros. o ciclista espanhol da W52-FC Porto chegou ao último dia da prova com 1m01s de vantagem sobre Joni Brandão (Sporting-Tavira) e 1m48s sobre Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano-Uli), registos que lhe permitiram segurar a camisola amarela até ao fim. 
 
- A 80.ª edição da Volta a Portugal terminou este domingo com Raúl Alarcón a garantir a vitória individual e o W52-FC Porto a colectiva, o que reforça a liderança portista no histórico da prova. Este foi o 15.º triunfo de um ciclista azul e branco na geral individual (à frente de Sporting e Benfica, com nove) e também o 16.º em termos colectivos (logo atrás vem o Sporting, com 12).