quinta-feira, 19 de abril de 2018

A arrogância é um pecado caro

imagem retirada de zerozero
Pois é Sérgio. Isto de se ser arrogante bem que poderia ser um exclusivo de Jorge Jesus. Mas tu hoje tinhas que lhe seguir os ensinamentos e fazer por perder um jogo que esteve equilibrado até ao momento em que mandaste o Futebol clube do Porto defender um perigoso zero a zero… Será que eu posso saber o que te passou pela cabeça quando retiras de campo os dois únicos médios que, umas vezes bem e outras menos bem, faziam a ligação entre a defesa e o ataque azul e branco?

A arrogância é um pecado que se paga caro. Muito caro Sérgio! Esta tua “artimanha” de fazer entrar em campo Diego Reyes, entregando, desta forma, o meio campo ao Sporting CP foi de génio. A ideia e gesto de um génio arrogante que só porque no passado domingo venceu na Luz no minuto 90. É verdade que esta vitória foi muito saborosa para toda a nação portista, mas daí até poderes dar uma de “Mestre da Táctica” vai uma enorme distância. A distância de se perder a possibilidade de marcar presença na Final da segunda prova mais importante do nosso calendário competitivo!

Claro que agora quem te bajula »ad nauseam» mesmo sem ainda teres vencido seja o que for ao serviço do FC Porto, teres sido o autor da maior derrota caseira da história do clube nas competições europeias e de já teres sido eliminado por este mesmo Sporting Clube de Portugal na Taça da Liga e na Taça de Portugal irão dizer que no passa nada. Que está tudo bem pois o que interessa é o campeonato. Volta a meter a “argolada” que meteste hoje no Estádio José de Alvalade numa das quatro jornadas que restam para terminar o nosso campeonato e vais – mesmo - ver e sentir o quanto custa ser-se arrogante!

E mais não digo porque não vale a pena. A única coisa de positiva que se retira desta derrota é que a ridícula euforia que tomou conta de muitos portistas após a vitória do passado domingo vai diminuir de intensidade. Isto ainda não acabou. Quer-se queira ou não, “eles andam aí” pelo que se dispensa a arrogância de um certo “Sérgio” armado em “Mestre da Táctica”.

MVP (Most Valuable Player): Iker Casillas. Pode até ter sido impressão minha, mas o Guarda-redes do Futebol Clube do Porto foi o único que tudo tentou fazer para tentar dar a volta à “arrogância sergiana” que em determinada altura tomou conta de toda a equipa portista. Por tudo isto, e muito mais, San Iker merecia muito mais do que ter sido “humilhado” na “lotaria das Grandes Penalidades”.

Chave do Jogo: Esta apareceu com a entrada de Diego Reyes em campo. Com a entrada do internacional mexicano a equipa portista perdeu toda e qualquer capacidade de organizar o seu jogo por forma a fazer frente ao previsível pressing final da equipa de Jorge Jesus.

Arbitragem: Muito sereno. Jorge Sousa esteve muito bem do ponto de vista técnico e disciplinar. Houve alguns lances de dúvida, tanto na área leonina como na área portista, mas o árbitro da AF Porto esteve na análise. Nota positiva para o trabalho de Jorge Sousa.

Positivo: Bruno Fernandes. Cada vez mais admiro as enormes capacidades deste médio internacional português que se assemelha, cada vez mais, com o saudoso João Moutinho.

Negativo: Sérgio Conceição. E nem vale a pena repetir a razão de tal. Ou será que vale?

Artigo publicado no blog o gato no telhado

2 comentários:

Gil Lopes disse...

Boa noite

Concordo com a sua analise e infelizmente tenho de lhe dar razão.

Acho que o SC em jogos a eliminar ainda tem muito a aprender se quer ganhar alguma Taça...

Já vem desde a final perdida com ele a treinador do Braga, em momentos decisivos toma a opção errada...

Isto quando até aos 70 m. o FCPORTO tinha o jogo controlado, (só por uma vez Gelson tinha criado real perigo)...pois os nossos médios mandavam no jogo...

Mas depois com as substituições foi sempre a descer e apesar das 2 primeiras serem directas, Abou está a léguas do avançado que era, onde está o Gonçalo?, ele que contra o Sporting faz bons jogos...

Depois Sérgio Oliveira também entrou um pouco apático, mas o pior foi depois da entrada de Reyes, ou seja, ou entrava o Sérgio ou o Reyes, os 2 não...

3 médios defensivos? quem iria esticar o jogo?

Isto com o Marega no banco...

Foi uma estratégia muito mal pensada, isto de jogar para empatar deu num rui vitória...
Se o Sporting marcasse, como era no prolongamento?
Foram 30m. á espera dos penaltis onde por regra perdemos contra o Sporting, mas isso já sabíamos antes...
Um golo fora faria tanta diferença...e vamos defender...


E para terminar, tinha dito antes do jogo, que nenhum jogador com as cores do FCPORTO tinha ganho a taça e que o Iker merecia ir lá antes de ir embora e tal como o Marega que a tinha perdido o ano passado tinham de fazer tudo para lá chegar...
Mas o SC que até já lá tinha perdido uma final ainda está verde para jogos decisivos...

Espero que evolua e aprenda, mas aprenda rápido, confesso, apesar do 1º lugar neste momento, queria muito esta taça até pela importância de jogar a taça e a Supertaça para o ano contra o Aves, seriam a correr bem 3 títulos (camp. taça e supertaça), assim vamos ver contra o Setúbal como corre...

Sendo que a força que se ganhou na luz esvai-se um pouco agora em Alvalade...

Cumprimentos, Gil Lopes

Francisco Paulos disse...

O único culpada desta derrota tem um nome que é o de Sergio Conceição. Tinhamos de marcar um golo e só depois defender e não foi isso que fizemos. Jogou para o empate e como sempre acontece quem o faz perde. Não entendo como todos vêem e sé ele não vê que actualmente jogar com Aboubacar é o mesmo que jogar com 10.Pelos vistos há vacas sagradas que são intocáveis mesmo que não estejam a jogar nada como é o caso de Brahimi mas mais vale cair em graça que ser engraçado. Temos um dos melhores médios do campeonato português que é o Paulinho que ele não sabe aproveitar e ele tem características que nenhum outro dos que temos tem. Enfim o mais melhor bom já perdeu três competições e só não perdeu ainda o campeonato porque teve a sorte do momento Herrera senão até esse já tinha ido. Quero ver qual vai ser a sua postura neste squatro jogos finais pois está visto que comete sempre os mesmos erros e não aprende com eles. Para mim não é treinador de equipa grande e no final da época deve sair levando com ele o maior incompetente actual do clube que é o presidente.