sábado, 2 de janeiro de 2016

Longe de ser decisivo

È mais logo que iremos ter mais um Clássico do nosso futebol. O Futebol Clube do Porto desloca-se a Alvalade para defender a liderança do campeonato numa partida que está longe de ser decisiva não obstante ser importante. 
 
A importância deste jogo reside no facto de o derrotado poder ficar moralmente de rastos (tal no actual estado dos Dragões pode vir a ser fatal) e a verdade seja dita, é o Sporting Clube de Portugal que tem muito mais a perder e que terá de assumir o risco maior se quiser voltar a ser o líder. Obviamente que não estou com isto a dizer que o FuteboL Clube do Porto terá de jogar para empatar, mas se há jogo onde o “pastoso” futebol de que Lopetegui tanto gosta é este dado que terão de ser os Leões a assumir as despesas do jogo e como tal terão de correr, e muito, atrás da bola que estará quase sempre nos pés dos Atletas Azuis e Brancos. 
 
Para mais a fanfarronice tomou conta, por completo e definitivamente, de Alvalade. Todos no Sporting estão plenamente convencidos de que irão vencer este jogo ante os Portistas com uma facilidade tremenda. Um factor que deve ser aproveitado ao máximo pelo FC Porto de Julen Lopetehui. 
 
Espera-se, portanto, que os Dragões entrem em campo com vontade de vencer sem arriscar em demasia dado que um empate não será um resultado mau de todo. Atenção ás arbitragens e ás manobras de bastidores que irão, com toda a certeza, marcar presença ou não fosse o actual Sporting CP liderado e treinado por arruaceiros profissionais. 
 
Maxi Pereira, Martins Indi, Danilo Pereira, Herrera e Brahimi são as novidades na lista de 19 convocados elaborada por Julen Lopetegui para a deslocação a Lisboa, onde os Dragões defrontam o Sporting às 20h45, no Estádio de Alvalade, em jogo da 15.ª jornada da Liga NOS.
 
Em relação à convocatória para o jogo diante do Marítimo, para a Taça da Liga, saem dos eleitos do técnico Espanhol Lichnovsky, Víctor García, Sérgio Oliveira e Imbula. 
 
Lista de 19 convocados: Helton e Casillas (guarda-redes); Maxi Pereira, Martins Indi, Maicon, Marcano, Rúben Neves, Varela, Brahimi, Aboubakar, Tello, José Ángel, Evandro, Herrera, Jesús Corona, André Silva, André André, Miguel Layún e Danilo Pereira. 
 
Onze provável (4x3x3): Casillas, Maxi, Maicon, Martins Indi, Layún, Danilo Pereira, Rúben Neves, Herrera, André André, Brahimi e Aboubakar

2 comentários:

Anónimo disse...

O Lopetegui diz: “É difícil o Sporting perder três jogos importantes seguidos”
Fiquei esclarecido quanto às possibilidades, do MEU, do TEU, do NOSSO FCPORTO, relativamente a este jogo.

Luís (O do Nuno Espírito Santo, Pedro Martins, ou Lito Vidigal)

Felisberto Costa disse...

Espero que tenha tido umas boas entradas em 2016.
Desportiva e clubisticamente falando também queremos entrar com o pé direito. e entrar com o pé direito é ganhar logo, porque na minha opinião todos os jogos são... decisivos!

Vamos lá SER PORTO pela primeira vez esta época!