domingo, 3 de julho de 2016

Pensamento da Semana: Um bom rapaz

Triste final. Eliminación en octavos, triste regreso, fracaso deportivo y trastos a la cabeza entre el seleccionador y el capitán. Lo que parecía iba a ser una dulce transición ha terminado con una ruptura de relaciones entre Del Bosque e Iker Casillas. "He mandado mensajes a todos los jugadores menos a uno, a Casillas", sentenció el técnico en la noche del jueves en la SER.

El técnico llegó a Francia tranquilo. Sabía que su portero titular iba a ser David de Gea e intuía desde el mes de marzo que Casillas iba a asumir su rol de suplente. Conversaciones y gestos así le llevaban a pensar en un relevo tranquilo. Pero no ha sido así. Mucha gente le avisaba al seleccionador del problema que se le podía plantear y algunos le invitaban a dejar fuera al capitán, pero él no podía traicionar a una leyenda y por eso decidió llevarle a Francia.

Todo cambió a raíz de que Del Bosque repartiera roles y Casillas supiera que en esta ocasión, catorce años después, le tocaba ser suplente. A partir de ese momento fue otro. Cambio radical. El portero se empezó a sentir fuera del equipo.Ya no se sentía partícipe del grupo, tal y como reconocen a MARCA algunos jugadores de la selección.

Casillas esperaba jugar y no asimiló la suplencia. Es más el famoso vídeo de Rambo que colgó en sus redes sociales viene a reivindicar su pasado y reclama un trato diferente al recibido. Al cuerpo técnico y a algunos compañeros no les ha gustado nada.

Convivían, pero todo estalla con la filtración de su posible titularidad. Una pregunta de Ochotorena sobre cómo se encontraba fue tomada por algunos como un cambio de guardia en la portería. Casillas no reaccionó bien, limitándose a contestar que el titular era De Gea, como dejando claro que esta ya no era su guerra.

Casillas no jugó minuto alguno ni ante Croacia ni ante Italia, limitándose a animar al grupo desde el banquillo. La relación con el técnico y sus ayudantes estaba rota. Ni una palabra más. Distanciamiento total y absoluto, tal y como quedó demostrado en la despedida de Barajas (sí que se despidió de sus compañeros) y en la ausencia de mensajes posteriores por parte del técnico.

Casillas pensaba que se merecía más explicación de una simple conversación al día siguiente de su suplencia por esas 167 veces en las que había vestido la camiseta de la selección. Por ese motivo decidió cortar, alejarse del técnico. A Del Bosque no le gustó que el portero filtrara que no le había dado explicación alguna y que no habían hablado.

En MARCA ya contamos que Del Bosque se encontraba más ácido que nunca y no ha tardado en quedar demostrado. Por primera vez, el técnico señala a uno de sus jugadores de la manera que lo ha hecho con Casillas. Ni en el triste adiós de Brasil de Xavi Hernández pasó algo así. Con el centrocampista lo arregló todo, con Casillas parece complicado.

Por último, según anunciaron en Radio MARCA, Casillas retiró la palabra a los miembros del cuerpo técnico de la Selección. Además, no se descarta que dé la cara algún peso pesado del combinado nacional defendiendo al portero.

in marca

Esta notícia é dedicada ao universo Azul e Branco que na temporada anterior se preocupou em fazer-nos crer de que Casillas é um bom rapaz. 
 
Vai ser o bom e o bonito se Nuno se lembrar de sentar Casillas no banco de suplentes.

17 comentários:

Jorge Vassalo disse...

Ah é?

Ponha-se então o Pedro no lugar de Casillas, por um minuto:

A Federação Espanhola pede-lhe para fazer a campanha do "enamorados de #SeFutbol", você faz 30 mil anúncios, banners, isto, aquilo, aqueloutro. É, basicamente, A CARA de toda a campanha pela selecção.

O seleccionador chama-o. Mantém um - escusadíssimo - tabu sobre quem é titular, ainda mais se já o sabe desde o início, por uma razão e uma só - DÁ-LHE MUITO JEITO TER OS FÃS DE CASILLAS COM ELE. E olhe que não são dois ou três.

Fase de grupos decidida, naturalmente você, que até esteve a animar o grupo e a celebrar golos do banco, espera jogar - nem que seja uns minutos. N-A-D-A. Nem um minuto sequer!

Não se sentiria um palhaço? Não! Se Ronaldo, Messi ou Buffon fossem convocados para estar no banco, seria normalíssimo, não é verdade?

Não lhe ter Casillas dado um pontapé nas partes já faz dele um grande herói.

Meu caro, quem não se sente, não é filho de boa gente.

Ah, e muito importante! O filho dele NASCEU enquanto ele estava a ruminar de um lado para o outro com a selecção, a servir de mascote!

Só por isso Del Bosque - um cobardolas de primeira, que mandou um mensageiro informar o Iker que ele não jogaria! - já merecia um olho à Belenenses!

É só azedume por estas bandas. Este post, atacando o guarda-redes do SEU clube, é totalmente despropositado. Casillas esteve sentado na final da Taça, foi o primeiro a saltar no golo de André Silva, e não estava a fingir.

Não foi para a MLS, está a dar a conhecer o FC Porto e a cidade a TRINTA MILHÕES DE PESSOAS e, quando chegou, recusou o nº 1 e a Capitania.

Só mesmo os Portistas para cuspirem numa lenda viva, que escolheu ser jogador do Nosso Grande Clube!

Se fosse do benfas, já tinha uma estátua.

Mas não é "dos nossos", verdade? A uns permitem estar a fazer pressão pública em jornais para prolongar contratos e arranjar tacho, a outros bate-se sem razão alguma.

Não se esqueça de assobiar.

Pois lhe digo, eu não faria igual. Eu faria PIOR!

Abraço,

Jorge Vassalo

Bruno Gomes disse...

Concordo com o Jorge Vassalo. Uns são filhos e outros enteados. Del Bosque viveu vários anos à conta do trabalho de outros. Mas enfim... Não é a nossa guerra.

Pedro Silva disse...

Jorge
Ijer Casillas já devia saber que a idade não perdoa. Já há muito que De Gea está anunciado como “dono” da baliza da Selecção espanhola. O desastre que Iker foi no último Mundial trouxe à tona uma realidade que - pelos vistos – só ele não aceita.

Contudo não estou aqui a defender Del Bosque. E muito menos me interessam as guerras internas que existem na seleccão de Espanha. Del Bosque não esteve bem é um facto. Mas Casillas também não e nada justifica o seu comportamento porque sendo ele um símbolo do futebol dos “Nuestros Hermanos” deveria comportar-se como tal.

Já não é a primeira vez que Iker toma estas atitudes. Conheço muito bem Iker. Segui a sua carreira de muito perto desde que este chegou muito jovem à baliza do Real Madrid CF. E lamento profundamente que o Atleta tenha saído de Madrid pela “porta pequena” porque os seus últimos anos de “Blanco” foram marcados por polémicas. A determinada altura já nem os jornais de Madrid - sempre tão ávidos na defesa da imagem de Iker - tinham paciência para aturar as suas polémicas.

Felizmente Iker tem tido um comportamento “normal” no Futebol Clube do Porto. Também não tem tido concorrência à altura dado que Helton não oferecia mais do que aquilo que o Guardião espanhol poderia oferecer a nível desportivo. Mas eu já sei o que vai acontecer caso Iker não mostre ter capacidade de resposta para às exigências de Nuno na próxima temporada. Vai uma aposta como se tal suceder o assunto “encerrado” MLS voltará à baila?

E digo-lhe mais, muito mal estará o NOSSO Clube caso a titularidade de um qualquer Jogador dependa do marketing do Atleta em questão.

Para encerrar; não é pelo facto de Iker Casillas ser um Atleta do NOSSO Futebol Clube do Porto que eu tenha de vir para aqui (ou para outro local) tecer “loas” e fazer dele o “supra sumo das balizas”.

E não, não assobio o Jogador (como não assobio qualquer outro do FC Porto). Simplesmente limito-me à realidade dos factos e não faço contorcionismo para fazer de Iker aquilo que ele não é há já muito tempo. E muito menos me vou meter a defender intransigentemente Iker sabendo eu como se comportou o Jogador em determinados momentos da sua vida desportiva.

Obviamente que cada um terá a sua opinião sobre a matéria exposta no post. Da minha parte já disse o que tinha a dizer e cabe-me agora respeitar a sua opinião e a de qualquer outro que a queira expor.

Pedro Silva disse...

Bruno

É mais uma de muitas das outras guerras de Iker. E vamos a ver se estas ficam do outro lado da fronteira.

Um abraço (extensivo ao Jorge obviamente).

Luís Miguel disse...


"Vai ser o bom e o bonito se Nuno se lembrar de sentar Casillas no banco de suplentes."


Este problema já está resolvido, pois Helton está fora do plantel e Fabiano foi novamente emprestado ao Fenerbahce.

Felisberto Costa disse...

Assino por baixo o comentário do Jorge Vassalo!
Sentem Ronaldo, Messi, Buffon (este ao que parece despediu-se da selecção), Piqué, e até Iniesta no banco e vão ver todos os bons rapazes que eles são!
Se a idade é o problema, é simples, não se convoca! Agora convocar lendas para fazer deles peões de brega, isso é ser estúpido e cobarde!

Pedro Gomes disse...

Subscrevo totalmente o comentario do Jorge Vassalo.

No dia em que os adeptos do FCPorto deixarem de querer ser os oráculos da desgraça, os adivinhos e arautos do "eu avisei e já sabia que ia isto ia ser assim" pode ser que tenhamos uma massa adepta como deve ser. Parece que estão ali no sofá à espera da próxima polémica com algum jogador do clube para lhe cair em cima.

Deixe-me fazer 2 perguntas :

- Alguma lenda das seleções presentes no EURO 2016 trouxe uma lenda, um histórico como Casillas para o deixar no banco ?

- Tendo Iker Casillas demonstrado uma atitude exemplar em toda a época no FCP ( o episódio da Taça em que festeja o golo de André Silva e consola Helton antes dos penaltys não o deve ter visto) acha que algum portista está interessado nas guerrilhas internas da seleção espanhola ? Piqué insulta o hino espanhol e vê algum adepto do Barcelona preoucupado com isso ? Desde que seja exemplar no clube onde está !

PS: Se o Danilo tivesse o passado e estatuto do Iker talvez reagisse da mesma forma ao ver as exibições miseráveis do William (então aquele golo da Polónia é de ir às lágrimas).

Pedro Silva disse...

Pedro Gomes

Repetindo (mais uma vez) o óbvio; Casillas já sabia que ia ser suplente de De Gea no EURO.

E muito mal estará a Selecção que tendo nas suas fileiras um Atleta mais bem preparado e mais competente para a competição que foi titular em quase toda a fase de apuramento para a dita competição tivesse de ceder o seu lugar à "Lenda" somente porque é... a "Lenda".

Voltando a repetir o que já aqui disse; a mim não me interessa nada o que se passa na selecção espanhola. Somente realcei que Casillas tem estado sempre metido em polémicas e que não ficarei nada admirado se este arranjar problemas a Nuno caso este decida optar por atribuir a titularidade da baliza do FC Porto a um outro Guardião. Contudo daí a dizer-se que estou a prever o futuro vai uma larga distância.

Quanto à sua segunda questão. Eu não disse nunca que Iker não tem sido um profissional sempre que vestiu a camisola do FC Porto. Repito: Somente realcei que Casillas tem estado sempre metido em polémicas e que não ficarei nada admirado se este arranjar problemas a Nuno caso este decida optar por atribuir a titularidade da baliza do FC Porto a um outro Guardião.

Teria uma certa graça ver os adeptos do FC Barcelona preocupados com o gesto de Piquè para com o hino espanhol... Na final da Copa del Rey não fazem outra coisa senão assobiar o hino de Espanha.

Uma nota final. Será possível um comentário que não coloque em "xeque" o Portismo das pessoas que tem uma opinião? É que só existem duas coisas que me impedem de ver semana sim, semana não os jogos do FC Porto em pleno Estádio do Dragão. São elas: doença e família.

Anónimo disse...

Quando o candidato a treinador do Wolverhampton humilhava Quaresma, este já não era um dos Nossos, mas um bufo, um cigano, um desprovido de cérebro, um traste. As carpideiras de hoje, ontem estavam no pelotão de fuzilamento. Contorcionismos.

Rodolfo

António Silva disse...


http://www.maisfutebol.iol.pt/espanha/iker-casillas/casillas-e-del-bosque-a-fotografia-que-revela-a-relacao-que-tem

Miguel Lima disse...


@ Pedro

já viste a última publicação nas redes sociais do "bom rapaz"? sinceramente acho que te precipitaste. e que foste no engodo de um jornal que não convive lá muito bem com a visibilidade Galáctica do Iker. curiosamente, ontem, o 'As' trouxe à baila um artigo, na sua edição impressa, a desmentir todo este teu post, colocando parte da culpa (se é que houve culpa) no seleccionador...

mas eu compreendo: os "rodolfos" desta vida são mais ávidos por facadas nas costas do que em perceber os "contorcionismos" de um adepto, apaixonadamente encantado pelo seu clube do coração mesmo (sobretudo!) quando este está na mó de baixo. os "rodolfos" desta vida preferem sempre o malhar a torto e a direito, disparando sobre tudo o que mexe, ao invés de apoiar - uma tarefa que desconhecem, em absoluto, tão inebriados na sua missão de denegrir. são assim os "rodolfos": uma cambada. nunca os irei compreender, pelo que reconheço que o defeito está em mim e não neles.

Miguel | Tomo III

Pedro Silva disse...

Miguel

Se há jornal que nos últimos anos conviveu - e convive - muito bem com a "visibilidade Galáctica do Iker" é o jornal "marca". Iker é para o referido jornal um herói imortal.

Não tive oportunidade de ler a edição impressa do as. Mas vou tentar ver o que está escrito na edição online sobre o assunto.

Mas volto a realçar - mais uma vez - que o que está em cima da mesa não é o sucedido na selecção espanhola mas sim o facto de não ser a primeira, nem a segunda, nem a terceira vez que Iker se vê envolvido em situações polémicas que envolvem a sua não titularidade.


Aquele abraço!!!

Anónimo disse...

Os Rodolfos desta vida, não têm agenda para destruir o F. C. do Porto. São portistas desde sempre, mesmo quando jogávamos com Malaguetas e Chicos Gordos. Não vão ao estádio quando lhe oferecem bilhetes, porque há décadas que estão lá sempre, mas mesmo sempre.
Rodolfo

Miguel Lima disse...


@ "rodolfo" (valentino? valentão?...)

principio pelo final do teu comentário: eu vou ao estádio do meu clube do coração quando tenho po$$ibilide$ de o fazer. e sim!, felizmente que tenho amigos que me convidam para o fazer nos momentos de maior aperto. se julgas o meu portismo por esse prisma, acho que estamos conversados quanto às tuas "intenções"...
mais: acho bem que vás «sempre» ao estádio. mas, se for para marcares presença como alguns (muitos!) contra o arouca, nos dois jogos contra o marít'mo, contra o tondela, contra o spórtém, entre outros mais, na última época, então recomendo-te que fiques em casa; é que para assoBiadores já bastam as claques adversárias, não precisamos de mais anti-corpos, obrigado!

por último, acho curioso que regresses aos tempos anteriores a Pinto da Costa... também serias daqueles que rasgavam os cartões de associado e, quinze dias depois, lá estavam na Sede a renová-los? quero acreditar que não (ou que sim!)...

cumprimentos, "continuação", "saudinha" e cuidado com essas agendas de destruição maciça (e massiva), que ainda te explodem nas maõs e depois já não tens como rasgar os cartões (outra vez)
Miguel | Tomo III

Anónimo disse...

"Penduras" o F. C. do Porto, passa bem sem eles. Isso do "Je suis" já foi chão que deu uvas e só para que se contorce e só descobriu o Dragão com sotaque basco. Há sempre o Wolverhampton para ver no sossego do sofá, com a pipoca da ordem e as SMS para a seita a enaltecer o grande trabalho do Lorpa.
Rodolfo

Miguel Lima disse...

"O ex-selecionador espanhol, Vicente del Bosque, assumiu que errou quando criticou o comportamento de Casillas durante o Euro'2016

Vicente del Bosque, desde esta segunda-feira ex-selecionador de Espanha, deu mais uma entrevista à Rádio Marca e assumiu que errou quando criticou Casillas dias depois da Espanha ter sido eliminada do Euro'2016.
"Não sou um santo, sou uma pessoa normal. Não somos perfeitos. Cometi um erro", disse Vicente del Bosque, explicando que foi muito fácil esclarecer com casillas o mal-entendido. "Trocámos opiniões. Foi uma reunião entre pai e filho e o primeiro passo foi dado pelo filho, o Iker [Casillas]", afirmou. "Não havia outra forma. Sempre disse bem de Casillas como profissional. Há muito que nos conhecemos".
Recorde-se que depois da eliminação espanhola, o então selecionador disse sobre o guarda-redes do FC Porto. "De certeza que Casillas está magoado comigo e entendo-o. Nunca me disse que não queria jogar. Com os seus companheiros esteve perfeito, com a equipa técnica 'comme ci comme ça'. O único a quem não mandei mensagem foi a Casillas. Não me caiu bem que se tenha portado mal com a equipa técnica".
Esta segunda-feira [04-07-2016] selaram as pazes.

"

in 'ojogo' de 05-07-2016
(notícia com 48h de atraso e baseada no tal artigo que referi)

abr@ço
Miguel | Tomo III

Pedro Silva disse...

Miguel

Já tinha lido o referido artigo na edição online do as. De qualquer das formas grato pelo esforço e contributo para o debate.

Aquele abraço!