sábado, 3 de setembro de 2016

Três notas sobre a saída de Antero

Quem tem por hábito ler o que vou aqui escrevendo já percebeu que não sou adepto de “turbas”. Não sigo multidões porque de racional estas têm pouco (até mesmo nada). Para mais o Blog A Mística Azul e Branca já tem muitos anos de “Bluegosfera”, pelo que dispensa a – natural - existência reactiva dos mais jovens Blogs Azuis e Brancos. 

 Contudo gostaria de deixar três sucintas notas sobre o assunto do momento (saída de Antero Henriques do Futebol Clube do Porto): 

1 – Nunca fui um grande apreciador das qualidades de Antero Henriques enquanto Director Desportivo. Um Director Desportivo – a meu ver – tem que dar a cara nas horas boas e nas horas más. Antero tinha por hábito aparecer em público quando tudo corria bem e de estar ao telemóvel a fazer sabe-se lá o quê nas horas más. 

2 – Antero Henriques esteve sempre no centro dos famosos processos que descredibilizaram o bom nome do Futebol Clube do Porto. Foi o principal actor do famigerado Processo Apito Dourado e recentemente voltou a ser protagonista de um processo relacionado com as “máfias da noite”. 

Antero saiu é um facto. Alivia, desta forma, um pouco a imagem do Clube mas eu espero bem que este se mantenha de boca calada, porque se este se lembrar de “meter a boca no trombone” vai ser bonito, E não vai faltar gente que o irá tentar incitar a fazer tal coisa. 

3 – Não se tenha a mais pequena dúvida de que a saída de Antero Henriques abre a porta de par em par a Alexandre Pinto da Costa e à sua famosa (pelos piores motivos) empresa de “scouting” de jogadores de futebol. 

Um aparte; Infelizmente o Futebol Clube do Porto tem a “casa a arder” em termos financeiros há muito – mesmo muito - tempo. José Lima está farto de aqui dizer tal coisa. Foi preciso o Clube ter tido três épocas em que não ganhou nada a não ser uma Supertaça Cândido de Oliveira e um defeso onde foi uma miséria em termos de vendas e compras, para que uma grande franja de Portistas “acordasse” de vez para a realidade. Continuem a dizer que sim a tudo nas Assembleias Gerais do Clube.

2 comentários:

reine margot disse...

Sabe o que eu acho ? - que no que toca ao efetivo trabalho das pessoas que trabalham no segredo dos negócios estamos sempre a avaliar apenas a espuma e não podemos avaliar mais nada!
O que sabemos verdadeiramente do que se passa nas negociações ? nada ! Sabemos o que alguns querem que se saiba, verdadeiro ou difamador. Mais nada.
Então, os resultados podemos avaliar, mas serão todos consequência das decisões do AH ?
ou ele sai porque não o deixavam tomar decisões ?

(quanto ao que escreve da "casa a arder", para mim, gostos pessoais à parte, o que não lembra ao diabo foi ter enfiado o FGomes, que recebeu uma CMP cheia de massa e a deixou de tanga, à frente dos dinheiros ! porque entrou ele ? pelas suas competências ou para pagar um favor ? ...mas em blogue nenhum se fala dele... why not ? quem sabe, talvez agora que não vai haver mais um AH para ser o bode expiatório do que corre mal ! )

Anónimo disse...

Não sei eu, nem sabe ninguém, se o Porto vai ganhar ou perder saindo agora o AH!
Tudo que se possa dizer é pura e simplesmente especulação.
O tempo dirá!
Mas uma coisa é certa, ganhando ou perdendo, a instituição F.C.Porto ficou a ganhar e muito. Independentemente da competência que AH tenha, e até admitindo que era muita, com montanhas de resultados, nada disso justificava o pantanal de amigos, amigalhaços, colegas e colegaços que AH montou em forma de teia no nosso clube fazendo verdadeiras atrocidades ao nosso clube.
Sei que o amigo VP é fã e amigo de AH, e só lhe fica bem defender um amigo, e verdade seja dita qualquer um pode ter um amigo como AH , não estamos livres disso, mas a verdade é uma e uma só, AH tinha uma "quinta" montada dentro do nosso FC Porto. O clube era como se fosse seu, e sentia-se dono de tudo e pior ainda dono de todos. Ganhando ou perdendo no futuro, desportivamente falando, mais importante é aproveitar este momento e limpar a casa. Arrumar com a "quinta" e desde o amiguinho do Scouting, passando pelos Boss da formação e acabando nos Team Managers sendo eles mais ou menos "cabeçudos", aproveitar o momento e arrumar a casa. A si amigo VP desejo as suas rápidas melhoras e conto estar consigo no lugar de sempre já no jogo do Vitória . Apareça mais cedo para falar um pouco pois sabe que gosto de si. E agora que se vai "respirar" melhor, já temos que ter mais esperança.
Abraço,
João Sousa