quinta-feira, 5 de maio de 2011

Dar mais 5

Quem acompanha a minha escrita aqui no Mística (ou noutro lugar) sabe muito bem que eu não sou de embandeirar em arco e que não acredito em vitórias fáceis e asseguradas. Então quando o caso se trata de eliminatórias a duas mãos eu sou sempre muito cauteloso e apelo sempre á contenção e cautela. Nunca me deixo levar pela euforia que é natural quando o nosso clube ganha por 5 a 1.

Contudo depois de ler estas declarações do Treinador do Villarreal, só me apetece dizer: marquem outra vez 5 golos a estes gajos em pleno Madrigal. È preciso ser-se uma pessoa de muito baixo nível e com um intelecto mega reduzido para se acreditar nesta história da carochinha pois se há coisa que a UEFA controla com imenso rigor são as estadias e deslocações dos árbitros que nomeia para os jogos Europeus. Vamos a ver quanto tempo vai demorar a UEFA a suspender esta personagem obscura que treina os Espanhóis. Ao Mourinho os Srs. da UEFA gostam de bater e com uma rapidez impressionante… Vamos a ver o que vão fazer este cavalheiro que comanda o Submarino Amarelo.

Olhando agora para o que interessa, depois do que toda a gente viu no Dragão, nunca é demais reafirmar que o Villarreal é uma Equipa complicada e que vai merecer uma enorme atenção por parte dos Portistas. É extremamente importante que André Villas-Boas evite os riscos que o FC Porto correu na 1ª parte do Jogo da 1ª Mão das Meias – Finais da Liga Europa. Nilmar. Rossi e Borja Valero são jogadores aos quais não pode ser dado um milímetro de espaço para correrem com a bola.

De resto a equipa Espanhola é banal na sua Defesa e apenas a Fé que depositam na tal “remontada” os vai fazer correr mais no jogo de hoje. Mas o correr mais não é sinónie8ihidmo de qualidade, pois já diz o Povo que quando se tapa a cabeça destapa-se os pés, ou seja, se o Villarreal vai jogar para a “remontada” então vai subir no terreno e descurar a sua frágil Defesa.

Olhando agora para o Futebol Clube do Porto, os regressos de Helton, Sapunaru e João Moutinho são as alterações promovidas por André Villas-Boas à Lista de Convocados a pensar na deslocação a Villarreal.

Em relação à selecção de André Villas-Boas para o encontro da antepenúltima jornada da Liga, disputado em de Setúbal, onde os Dragões venceram por 4 x 0, registam-se as saídas de Kieszek e Mariano.

Lista de Convocados: Helton, Maicon, Alvaro, Guarín, João Moutinho, Falcao, Rodríguez, Hulk, Rolando, Sereno, Varela, Walter, James, Sapunaru, Souza, Beto, Fernando, Rúben Micael e Otamendi.

Não creio que o treinador dos Portistas vá arriscar numa partida em que precisa de conservar uma vantagem de 4 golos que trouxe da primeira mão, pelo que antevejo que o FC Porto vá entrar em campo com o seguinte onze (sistema táctico 4x4x2):

- Helton, Sapunaru, Rolando, Otamendi, A. Pereira, Guarín, Fernando, Rúben Micael, James, Hulk e Falcao.

Como João Moutinho está em risco de não poder disputar a Final caso veja uma cartolina amarela na partida de hoje, é de se crer que o Jogador comece a partida no banco e que não deva entrar em campo. A Prudência e a Cautela nunca fizeram mal a ninguém.

O FC Porto defronta hoje o Villarreal CF, em jogo da 2ª mão das Meias - Finais da Liga Europa e este jogo pode ser seguido em directo aqui no Mística.

2 comentários:

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Os escrotos encomendaram a notícia de ontem na "Maria" dos jornais espanhóis, tentando denegrir a nossa imagem, e tentar por em causa o mérito do resultado da primeira mão.

Aliás, são de uma falta de identidade e personalidade tamanha as declarações do treinador espanhol, que aqui reconheceu o nosso mérito na goleada «...Não podemos pensar que com 1-0 estava resolvido. Tivemos oportunidade de fazer o segundo e sofremos o empate. A partir daí viu-se o melhor Porto, com mais mérito deles do que demérito nosso. Com as suas melhores qualidades fizeram cinco golos.»

«Dominámos na primeira parte, jogámos bem, mas depois aquela jogada do Cazorla que não dá o segundo golo, é chave....A partir daí o Porto empatou e mostrou a sua velocidade, força, competência, o factor físico, os cabeceamentos... Não posso, agora, dizer que é justo ou injusto. Eles conseguiram-no.»

Agora após a notícia vem inventar lances em que não há razão de queixa passível de análise sequer, que terão prejudicado a sua equipa... É um treinador jovem e caiu na armadilha do ridículo.

Quanto ao jogo, espera-se um Villarreal com uma entrada forte e agressiva no jogo, para tentar na 1ª. parte marcar o máximo de golos possíveis para relançar a eliminatória. A nós Porto cabe-nos ter lucidez, sangue frio, pois a pressão já começou fora do campo e vai estender-se às bancadas sobre o árbitro. Temos de fazer um jogo de controlo, e temos plenas capacidades para marcar golos fora.

Villas-Boas, face a estas pressões deverá não arriscar colocando Moutinho em campo, à beira de exclusão por amarelos, embora Moutinho seja um jogador inteligente e emocionalmente equilibrado que não entra em quezílias.
Acredito na passagem à final e só uma hecatombe nos pode tirar a passagem a Dublin.

Abraço

Paulo


http://pronunciadodragao.blogspot.com

P. Ungaro disse...

Boas,

Estamos a um pequeno passo de mais uma final europeia. Com todo o merito, com um futebol do melhor que se tem visto este ano, uma concretização que os numeros falam por si ... no entanto mais uma vez nos querem derrubar fora de campo.
Claro que ja se sabia a importancia que teria uma equipa espanhola na final, mais ainda sendo o principal patrocinador lá da zona, só que estes energumenos não entendem que este tipo de guerrilha só nos torna mais fortes. E por isso agradeço-lhes desde ja.
Mais uma vez apelo á concentração, á raça e á nossa determinação para irmos lá vencer e mais uma vez convencer.

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/