terça-feira, 31 de maio de 2011

Eles andam aí… Outra vez (para não variar)

Como é do conhecimento de todos, estas últimas semanas tem sido um espectáculo triste com as ditas investigações da Polícia Judiciária às transferências dos Clubes Portugueses. A mais falada tem sido a do Guardião Júlio César do Belenenses para o Benfica, envolvendo o Presidente dos Benfiquistas e o Treinador Jorge Jesus numas supostas luvas. Tem sido um caso acompanhado ainda mais ao pormenor do que a Campanhas Eleitoral onde sabemos quantas vezes os Políticos vão á casa de banho, quantas folhas de papel utilizaram e se lavaram as mãos.

Basta ver o que o Site “Citador” para constatarmos que o caso Júlio César está a ser acompanhado á lupa por parte de toda a Comunicação Social.

A mim não me interessa saber se o Benfica e o seu Treinador participaram nas tais luvas e muito menos se são inocentes ou culpados. Não quero ir por este caminho porque sei que no futebol só existem Santos com Pés muito grandes e se formos a ver no FC Porto também houveram algumas transferências muito estranhas que ainda hoje estamos para perceber… Adiante porque eu não estou para perder tempo a explicar que 2+2=4.

O que eu tenho achado uma certa piada é á enorme preocupação que a nossa Comunicação social tem tido para ouvir da boca dos intervenientes do tal caso do Guarda-redes Brasileiro. Mal rebentou a bomba, a primeira coisa que os Srs. do microfone fizeram não foi a de contactar as autoridades para ficarem a par do que se passa. Não, foram logo bater á porta de Jesus e de Vieira para que estes dissessem o óbvio, ou seja, que são uns santos e que nunca fizeram mal a ninguém… Até já chegaram ao ponto de irem para o Aeroporto da Portela aguardar pelo advogado de Jorge Jesus para que este fizesse o seu trabalho, ou seja, defender o seu Cliente.

Agora eu pergunto: perante tanta pressão e tantos esclarecimentos nos Media (e não nos Tribunais ou nos Departamentos de Investigação da Polícia) não irão porventura afectar o desfecho final de todo este Processo?

E agora suponhamos que a PJ encontrava indícios de crime por parte do Dirigente e Treinador Encarnado no que a este caso diz respeito e resolver levar o assunto para o Tribunal de Instrução Criminal. Que reacção terá o Juiz perante tanta pressão mediática? E se o Tribunal decidir avançar para julgamento e Viera/Jesus forem constituídos Arguidos? Como ficará a nossa Justiça perante tantas justificações em plena Praça Publica?

Pois é… Eles andam aí outra vez e parece que não há maneira de acabar com esta praga. E já agora deixo aqui um de4sabafo: o que mais me assusta para a próxima Temporada não é o Plantel do Benfica, mas sim os tais que andam por detrás das cortinas a tentar manipular a Opinião Publica e a dar força a uma Guerra Norte/Sul que parece estar a atingir o seu ponto máximo.

3 comentários:

P. Ungaro disse...

Realmente é uma vergonha a impunidade e o tempo de antena que os vermelhos tem na miseravel comunicação social deste pais.

Acabei de colocar um post sobre esse mesmo assunto no meu blog.

um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com

The Blue One disse...

O meu caro Paulo tem toda a razão.

É impressionante que num Estado que se diz de Direitos como o nosso, alguém que é alvo de uma investigação por parte da PJ venha para a Praça Pública discutir elementos relativos ao Processo/Investigação e aclamar por inocência...

E a nossa CS alimenta isto como se fosse a coisa mais normal e legal do Mundo.

Depois ainda andam os Benfiquistas e afins a mandar bocas sobre o estado da nossa Justiça.

Cumprimentos Paulo.

JOSE LIMA disse...

Caro P. Ungaro
Fui ao seu blog e quero dar-lhe os parabéns pelo seu artigo.
Eu, que sou masoquista, vejo os 2 programas ao mesmo tempo (tenho duas tv's lado-a-lado) e uns auscultadores nas orelhas.
Depois, é muito fácil: quando fala o Seara, corto o som e ouço o Dia Seguinte. Quando neste programa fala o Get Smart, corto-lhe o pio e ouço, o Manuel Serrão.
De qualquer forma são dois programas pró-benfica como 60% dos pasquin, e rádios, ou não fosses "eles" 6 milhões (60% de 10 milhões) a dizerem mal de nós.
Mas é disto que a gente gosta. Como dizia o Miguel Guedes: é esta lenha que nos faz ganhar.
Abraço