domingo, 17 de janeiro de 2016

Da obrigação de vencer

Mais logo o Futebol Clube do Porto irá disputar um daqueles jogos que está obrigado a vencer dê por onde der. Obviamente que os Azuis e Brancos sabem que tem a obrigação de vencer todas as partidas que disputam, mas o empate caseiro do Sporting e a vitória do Benfuica na Amoreira trazem uma dupla obrigação ao FC Porto que tem mesmo de ganhar em Guimarães para poder continuar a lutar pela conquista do Título de Campeão.

Coloquemos, desde já, todas as cartas em ciam da mesa. Esta partida na Cidade Berço vai ser tudo menos fácil. A arbitragem vai ser tendenciosa, o adversário combativo e o ambiente difícil. Dito de outra forma, o Futebol Clube do Porto de Rui Barros terá de entrar em campo decidido a “deixar a pele em campo” sob pena de ter depois de vir para a Praça Pública com o raio da desculpa do “colinho”.

Mas nem só de polémica se vai viver este jogo. Os media (sempre “isentos” nestas coisas da bola) colocaram o nome de Sérgio Conceição na linha de sucessão de Julen Lopetegui com o claro intuito de “espicaçar” ânimos e obrigar a que o Treinador do Vitória SC dê o seu melhor colocando em campo o melhor onze. E o Guimarães, não obstante o seu orçamento modesto, tem Atletas muito interessantes que, com liberdade e espaço, irão criar muitos problemas aos Dragões. Jisué, Otávio, Licá, Tozé, Ricardo Valente e Henrique Dorado são algumas das joias da coroa do dono do Estádio Afonso Henriques com os quais os Dragões deverão ter um especial cuidado.

Em suma, hoje mais do que nunca exige-se um Porto à Porto para se poder passar o teste de Guimarães, somar três pontos e continuar na acérrima luta pela conquista do Título que lhe escapa há já duas épocas.

Maicon e André André, recuperados de problemas físicos, e Sérgio Oliveira fazem parte da lista de convocados de Rui Barros para o jogo de hoje (20h30) no terreno do Vitória de Guimarães, a contar para a 18.ª jornada da Liga NOS. Relativamente à lista apresentada para o encontro de quarta-feira com o Boavista, a contar para os quartos de final da Taça de Portugal, entram estes três jogadores e saem Evandro (lesionado), Imbula (suspenso devido ao cartão vermelho visto no Estádio do Bessa) e Tello.  

Lista de 18 convocados: Helton e Casillas (guarda-redes); Maxi Pereira, Martins Indi, Maicon, Marcano, Rúben Neves, Varela, Brahimi, Aboubakar, Sérgio Oliveira, José Ángel, Herrera, Corona, André Silva, André André, Miguel Layún e Danilo. 

Onze provável (4x3x3): Casillas, Maxi Pereira, Marcano, Martins Indi, Miguel Layún, Danilo Pereira, Sérgio Oliveira, Herrera, André André, Yacine Brahimi, Vincent Aboubakar

3 comentários:

Lápis Azul e Branco disse...

Vai ser difícil mas só podemos ganhar. Tudo a menos começamos a lutar para não ficar em terceiro.
E um reparo, os emprestados do Porto não podem jogar.

Anónimo disse...

A Sad dos DRAGÕES com contratações de Imbulas, Adrian Lopez, Licás, Cissokos, Pablos Osvaldos, Lopeteguis, lixou completamente o AZUL E BRANCO.
Esta época esta perdida e como não podemos contratar um AVV, um Marco Silva, ou um Leonardo Jardim, a prudência aconselha que, Rui Barros se mantenha como treinador, DO MEU, DO TEU, DO NOSSO FCPORTO.

Luís (O do Nuno Espírito Santo, Pedro Martins, ou Lito Vidigal)

Helder Oliveira disse...

penso que o licá e o otavio nao podem jogar contra o PORTO.Já por inumeras vezes fui confrontado com o facto de as claques do FCPORTO quando vao a lisboa ao fazerem uma paragem aqui em leiria as lojas fecharem as portas para nao serem assaltadas embora eu ache que os outros sao iguais.Por isso é que eu acho que se devia canalizar essa violencia por vezes para quem nos rouba a nos e ao nosso clube.cump.