terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Pensamento da Semana: Futebol Clube do Porto

Tenho estado um tudo ou nada ausente dos comentários sobre o Futebol Clube do Porto devido ao calendário competitivo da equipa Azul e Branca, mas aproveito agora que na próxima Quarta se vai realizar mais um jogo treino para deixar aqui o que penso sobre o actual estado do Dragão.

1 – Há uma certa coisa que me faz impressão. Se a equipa com Julen Lopetegui não funcionou durante um ano e meio ia agora funcionar com Rui Barros que está no comando há coisa de uma semana?

Que eu saiba não falamos de FM e muito menos de PES e/ou FIFA onde tudo é possível. Alterar a forma de jogar de uma equipa leva meses! E mesmo assim se os resultados não ajudarem torna-se muito complicado melhorar o que há para melhorar.

Não sejamos injustos com o Rui Barros e não criemos uma absurda pressão a quem lhe suceder no comando técnico da equipa Portista.

2 – Ainda na sequência do ponto anterior, após o despedimento de Julen Lopetegui em Janeiro (a meio da época) estavam á espera de quê? Que o Futebol Clube do Porto lutasse pelo Título de Campeão até ao fim? Mas está tudo doido ou será que só chegaranm hoje ao futebol?

A partir do momento em que se despede um Treinador a meio de uma Temporada toda a época fica de imediato em risco e nada pode, ou deve, ser exigido ao sucessor (a única exigência é a de que prepare a próxima Temporada). Dito de outra forma, quando a Direcção do FC Porto entendeu que se tinha esgotado o ciclo de Lopetegui no comando da equipa colocou um ponto final nas possíveis conquistas do FC Porto versão 2015/16.

A Taça de Portugal é a única excepção que, com alguma sorte, poderá ser conquistada, mas não existe garantia alguma de que assim seja.

3 – Iker Casillas é isto mesmo. Um Guarda-redes em final de carreira que tem muita qualidade mas uma personalidade terrível.

O seu “frango” de Guimarães do passado Domingo “era o pão nosso de cada dia” nas duas últimas temporadas em que esteve ao serviço do Real Madrid CF. Saiu de Madrid a mal e zangado com toda a gente porque muitos perceberam que a idade não perdoa e que Casillas já fazia com que o Clube perdesse mais pontos do que aqueles que ajudava a conquistar.

Conheço Iker “como a palma da minha mão” e afirmo, sem rodeios, que a sua prestação em 
Guimarães tem muito a ver com a saída de Lopetegui.

Agora que cada um retire as suas conclusões sobre Casillas…. Não foi por acaso que não “embarquei” na enorme festa que o Universo Azul e Branco lhe fez aquando da sua contratação.

4 – Antes de se procurar justificar um problema com outro problema olhemos para o que se passa dentro da nossa casa.

Julen Lopetegui nunca mostrou ser Treinador para o Futebol Clube do Porto. O seu sistema de jogo que privilegiava a posse pela posse em detrimento daquilo que era a real valia de cada Atleta foi sempre o real problema do actual Futebol Clube do Porto. Tantas e tantas vezes falei aqui nisto e fui sempre criticado.

Ora isto para quê? Para que todos os Portistas pensem três vezes antes de procurar justificar cada derrota e/ou empate do Futebol Clube do Porto com a arbitragem.

É um facto que têm existido muitas “habilidades” no ás arbitragens diz respeito mas os problemas da equipa Azul e Branca são muito maiores e muito mais evidentes.

Conteremo-nos primeiro e prioritariamente nos nossos problemas internos para que sejam rapidamente resolvido e só depois voltemos a “bater na tecla” das arbitragens.

5 – Como eu disse atrás, Julen Lopetegui nunca mostrou ter capacidade para treinar o FC Porto. Portanto posso afirmar que o Projecto “FC Porto à FC Barcelona” falhou retundamente.

Contudo o mal não está em se ter falhado. Muitas vezes é preciso falhar para se melhorar. O mal reside, tão somente, no facto de após a saída do Treinador Espanhol não ter sido ainda encontrado um substituto e definida uma clara linha de actuação para os próximos tempos (tempos estes que serão vitais para o futuro do nosso Clube).

Este é que é o verdadeiro cerne da questão!

Agora se a SAD não fala e não protege o Treinador é pura treta. Sim pura treta pois recordo-me bem de ver Jesualdo Ferreira a defender o Futebol Clube do Porto enquanto todo o staff directivo do Dragão se remetia a um silêncio atroz… E não foi por causa disto que Jesualdo deixou de conquistar 3 Campeonatos seguidos e uma Taça de Portugal. E já agora, nesta altura também existiam arbitragens "habilidosas",

6 comentários:

António Jorge Paiva Lourenço disse...

Concordo contudo. Não se pode pedir muito a um novo comandante quando o barco já está a afundar. Agora o que não se pode permitir é que se passe uma esponja sobre a responsabilidade da estrutura em toda esta situação.

Anónimo disse...

Não poderia estar mais de acordo.
O grande problema era a falta de competência de Lopetegui. Todos se atiram à estrutura. A estrutura ia dizer o quê, diante do que via diariamente?
Estes novos adeptos, esquecem-se dos túneis e dos castigos armadilhados aos nossos melhores jogadores. Tudo acompanhado de Apitos, filmes e livros. O que se passou no passado ano foi brincadeira de crianças, comparado com o que já nos fizeram e.... ganhávamos na mesma.

Carrela disse...

Não consigo concordar.

Não acho justo que se considere um fracasso a última época e que se diga que Lopetegui não servia para o Porto.
Sim, não ganhámos nada, é um facto, mas voltamos sempre ao mesmo, se estiverem os 3 melhores treinadores do mundo numa liga, só um ganha e isso não faz dos outros umas bestas.

Fizemos um belo percurso na CL. Caindo em casa do poderoso Bayern, tendo sido forçado a lá ir sem 2 dos melhores jogadores e ainda por cima no mesmo sector, o defensivo.
A perder por 5:1, ainda fizemos o Bayern duvidar, pois estivemos perto do 5-2.

Fomos a melhor defesa da Europa, sem ter propriamente uma dupla de centrais de luxo, ou temos?

Perdemos o campeonato do #colinha por 3 pontos!!!
Não me digam que o que se passou não serve de desculpa, porque foi muito, muito, muito para lá do razoável, NUNCA uma equipa foi favorecida em 14 das primeiras 23 jornadas como a equipa do colinho!
Em condições "normais" tinha-mos sido campeões, digam o que disserem!
Ate´vou mais longe e digo que em condições normais o "ferrari" tinha ficado em 3º!

Isso teria dado outra margem a Lopetegui!

Para além disso, não esquecer que esta época se vendeu + de meia equipa titular.... Não é fácil, muito menos quando se permite o desgaste a que o treinador foi sujeito.
Isso tem muito peso no desempenho de uma equipa...
Ter de levar com os assobios da nossa "exigente" massa adepta, desgasta e serve bem os interesses dos adversários.

Na minha opinião, o problema do nosso Porto, não foi o treinador! Longe disso!
Antes fosse....

Mais, se fizerem ao próximo o que se tem feito aos últimos, o destino é o mesmo...

Repeti até dizer chega, que o "melhor plantel", o "investimento" bla bla bla ERA UMA TRETA! Isto não é uma opinião, são factos!
Quem vende/deixa sair Jackson, Danilo, Alex Sandro, Casemiro e Oliver indo buscar o que sabemos, JAMAIS pode falar em investimento!

Quem chega, por muito potencial que tenha, precisa de tempo.
E tempo é coisa que não se tem dado.

Os culpados estão acima... Calados e mais preocupados com negócios e tachos...

Abraço

Carrela disse...

Em relação a Casillas, disse logo na altura, que não era, nem de perto nem de longe um GR que me enchesse as medidas. Mas pelo peso/curriculum que tinha, era uma contratação brutal.

Tem tido uma postura tremenda, uma humildade e respeito por tudo o que é Porto, que não imaginava e nem me passa pela cabeça que haja naquele balneário quem queira mais do que ele ganhar! Com ou sem Lopetegui!

Em termos desportivos não está a correr pelo melhor, é um facto!

Mas termos uma hora e meia de jogo pela frente e não termos sido capazes de marcar 1 golo.......................... isso sim, é preocupante!

reine margot disse...

Concordo com os comentários do Carrela; já agora acrescento às minhas contradições com o texto do Pedro Silva, que o último ano do Jesualdo foi uma guerrilha aberta e consumada e que todas as balas foram apanhadas pelo treinador que esteve sozinho a defender o clube !!!!
A partir de uma certa altura deu jeito, assim por dizer, à estrutura, pois o lugar era para o AVB e era preciso correr com o treinador residente!...

O Porto, sempre teve muitos problemas, como todos os clubes têm! Onde há dinheiro a circular há sempre problemas e lutas pelo poder! Só que quando se ganha ninguém olha para dentro, quando não se ganha aí tudo se questiona!

Além disso essa de o treinador "em trânsito" não poder ser criticado, não faz sentido ! Fosse ele outro que não o Rui Barros, queria ver o que todos diziam.!... Aliás como disseram do Luis Castro !

Luís Miguel disse...


"se a SAD não fala e não protege o Treinador é pura treta."

Lançar umas "bocas" não é proteger o treinador.

A melhor maneira de proteger os treinadores do FCPORTO é melhorando as condições de trabalho, quer através de melhores jogadores, quer através da implementação de uma estratégia que leve os jogadores a renunciar às selecções e concentrarem-se no FCPORTO.