quarta-feira, 8 de agosto de 2012

(Ex)Citações

O site Mais Futebol, filho da TVI ou, se preferirem, neto da televisão das sopeiras, titula na sua edição de 6 de Agosto: “Mão cheia de dispensados no Futebol Clube do Porto: o que fazer deles?”

Naturalmente lá fui eu à procura da justeza da afirmação. Mão cheia, deve querer dizer “cinco” ou “manita”, tantos quantos a “instituição” já levou do nosso Clube. Comecei a ler o artigo (mais um para encher chouriços) e lá os encontrei: Belluschi, Bracali, Addy, Sapunaru, e Ukra.

Cinco jogadores que, aparentemente, não farão parte do plantel do Clube para a época que está a começar. Como tenho a mania dos números, fui procurar um EXCEL onde vou lançando as chegadas e partidas dos atletas do clube da treta (puro masoquismo, aquilo nunca mais acaba) e deparo com 117 profissionais sob contrato, assim distribuídos: Plantel da chamada equipa principal: 30 jogadores. Plantel da equipa B outros 30. Ora, quem de 117 tira 60… sobram 57. Vejam lá com o que o homenzinho se havia de preocupar: os nossos cinco, pois claro!

Por falar em treta, li noutro pasquim uma importantíssima afirmação de Alexandre Mestre, um dos mestres deste Governo:

“O Governo só deve intervir no Futebol quando for uma mais-valia e um valor acrescentado”.

E lá veio o patrão ajudar à missa e defender o criado:

"Até com sinais de fumo nos entendemos"

Também se entenderam, provavelmente no mesmo hotel do ano passado, redactores da BOLHA, considerado o braço armado da “instituição”, mais os carraças, os carrascos, e os carroceiros, tendo até publicado uma série de entrevistas, culminando com um dos mais bem pagos do plantel:

“Quero acabar a carreira no Benfica”!

Depois do descalabro que foi a presença dos nossos atletas em Londres, os pasquineiros não teriam nada mais importante com que se preocupar? Aproveitando a excursão do Curiosity poderiam, por exemplo, saber se existem defesas-esquerdos em Marte? É que, pelos menos, resolvia-se o problema ao clube da treta, e deixavam de nos chatear todos os dias com a mesma conversa.

Até à próxima

1 comentário:

Artur Guedes disse...

Fantastico, mais um pois claro.

Abraço

http://omundoazulebranco.blogspot.pt/