segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Os 29 Magníficos

Pode ainda não ser definitivo, mas da apresentação do FC Porto ficou a ideia de que Vítor Pereira irá enfrentar a nova Temporada com um Plantel de 29 Jogadores. Naturalmente que este n.º poderá descer á medida que se aproxima o fecho do mercado uma vez que as indefinições ainda são muitas. Temos então que (para já) o Plantel do FC Porto versão 2012/13 é composto pelos seguintes Atletas:

Guarda-redes: Helton, Fabiano e Kadú

Defesas: Danilo, Maicon, Álvaro Pereira, Miguel Lopes, Rolando, Emídio Rafael, Sereno, Mangala, Abdoulaye, Alex Sandro e Otamendi

Médios: Lucho González, Castro, João Moutinho, Fernando e Defour

Avançados: Iturbe, Jackson Martinez, James Rodriguez, Kléber, Hulk, Varela, Djalma, Janko, Atsu e Kelvin.

Confirma-se a dispensa de Bracalli tal como já tinha sido escrito aqui no Mística. Sempre disse que o Professor tinha sido contratado apenas para “chatear” o Sporting CP e não para reforçar o Plantel do Dragão e tal confirma-se com esta dispensa. Temos portanto que no que diz respeito a GR o que aqui escrevi manteve-se.

Quanto á defesa temos aqui uma série de dúvidas que provavelmente só serão dissipadas daqui por umas semanas. Neste momento o Futebol Clube do Porto conta com 3 Defesas Laterais Esquerdos, 2 Defesas Laterais Direitos e 6 Defesas Centrais. Está portanto bem patente um desequilíbrio que será complicado de gerir por VP caso Alvaro Pereira e Rolando não saiam do Ninho do Dragão. Abdoulaye ou Sereno também poderão estar de saída ou então irão jogar semana sim, semana não na Equipa B.

Temos depois o meio campo que ao que parece terá apenas um lote de 5 opções. A meu ver é arriscado ter um n.º tão reduzido de opções neste sector pois o substituto natural de Fernando é o próprio Fernando (e isto se o Brasileiro não sair para Itália como se tem falado nos últimos tempos). Tanto Lucho como Moutinho, Defour e Castro são Jogadores criativos que jogam na posição 8 e tem pouca capacidade física e tactica para defenderem e organizarem o ataque ao mesmo tempo. Outro problema prende-se com a mania que VP tem de fazer de El Comandante o 10 que liga o meio campo ao ataque… Tal pode dar bons resultados enquanto o Argentino tem força física para tal, mas com o decorrer do jogo o Lucho vai perdendo fulgor e a Equipa ressente-se disto.

Para terminar temos o ataque que está mais do que bem servido. Contudo o n.º de extremos deve ser reduzido de 7 para 4 uma vez que Hulk deverá ser vendido, o Kelvin emprestado ou integrado na Equipa B e Iturbe deverá seguir mesmo caminho que Kelvin. Um ataque composto pelos extremos Atsu, James, Djalma, Varela e os avançados Jackson, Kleber e Janko deverá ser mais do que suficiente para que o Futebol Clube do Porto enfrente com sucesso todas as Competições da nova temporada (menos a treta da Taça da Liga como é obvio).

2 comentários:

AZUL DRAGÃO disse...

Acho que nos falta um médio criativo .
Mas...


Abraço

The Blue One disse...

@ AZUL DRAGÃO

Partilho da sua opinião. Alias eu dei conta disto mesmo quando analisei o FC Porto 2012/13.

Vamos a ver no que isto vai dar se bem que custa ver o Bellsuchi de lado quando a Equipa até precisa dele.

Aquele abraço!!!