segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Quem tem Paciência tudo consegue

Portugal enfrentou as Honduras, esta noite, a contar para o segundo jogo da fase de grupos, dos Jogos Olímpicos. A Seleção Nacional Olímpica começou a perder logo no primeiro minuto, no entanto, Tobias Figueiredo e Gonçalo Paciência conseguiram dar a volta ao marcador, garantindo a vitória que coloca Portugal numa boa posição para garantir a passagem aos quartos-de-final. 
 
O relógio ainda nem tinha chegado ao primeiro minuto de jogo e a seleção das Honduras já estava na frente do marcador. Ricardo Esgaio não conseguiu o corte e Elis não desperdiçou a oportunidade para assinar o 1x0.
 
O golo abanou a formação portuguesa que, com um meio-campo que se começou por manifestar inseguro, sentia muitas dificuldades em construir jogo de trás. Em desvantagem, pertencia a Portugal a obrigação de arriscar e de procurar alternativas para desequilibrar a partida, apostando num futebol mais vertical, mais direto. 
 
A equipa das quinas respondia muito bem, aproveitando bem a inconsistência da defesa das Honduras. Era necessário arriscar e Tobias Figueiredo arriscou. Depois de um excelente cruzamento de Gonçalo Paciência, um cabeceamento de Tobias (21') estabeleceu a igualdade e relançou a partida.
 
Salvador Agra perdeu uma grande oportunidade para colocar Portugal em vantagem no marcador, ao contrário de Gonçalo Paciência que, com um grande remate, assinou o 2x1. 
 
Mesmo depois de ter entrado no jogo a perder, a equipa das quinas soube responder à altura e soube tirar partido das lacunas da equipa das Honduras, conseguindo tomar as rédeas do jogo e dar a volta ao marcador.
 
Pelo contrário, na segunda parte, assistiu-se a um jogo mais dividido. As Honduras entraram focadas em chegar ao empate, com Portugal a procurar mais conforto no marcador, e com algumas oportunidades para o fazer, que foram desperdiçadas.
 
Sem nunca dar o jogo por perdido, a seleção das Honduras procurou sempre o golo do empate. Choco Lozano teve uma boa oportunidade para marcar, mas cabeceou ao lado da baliza de Bruno Varela.
 
Portugal geria o resultado, trocando a bola, principalmente, na zona do meio-campo. A seleção das Honduras não desistia e apertou o cerco até ao último minuto. No entanto, Portugal conseguiu segurar o resultado até ao apito final, assinando uma vitória por 2x1.

Retirado de zerozero

Melhor em Campo: Gonçalo Paciência

3 comentários:

Anónimo disse...

Paciência, Suk, Marega marcam que se fartam...
O problema do F. C. do Porto será mesmo de jogadores?
A competência de quem dirige técnicamente não será importante?
É avaliar os resultados dos 4 ultimos técnicos do Porto nos clubes onde se encontram actualmente e talvez se consiga explicar algo

Frederico Cotta disse...

Peseiro - SCBraga
Aquele cujo nome não se pronuncia - Seleção A Espanha
Paulo Fonseca - FC Shakhtar Donetsk
Vitor Pereira - Fenerbahçe Spor Kulübü

Isto dos adeptos mandarem atordoadas, só porque sim, tem de acabar, sois o cancro que nos tira as vitórias!

Frederico Cotta

Anónimo disse...

Braga - 3 sêcos. Tivemos azar, jogamos bem, Deus é injusto.
Aquele cujo nome não se pronuncia - Toma o lugar do Del Bosque como múmia.
Fonseca - Já foi logo no primeiro jogo
Vitor Pereira - Idem aspas
NES - Já foi e ainda não sabe, mas já sabemos a ladaínha. Adversário forte, entramos mal no jogo, a sorte não quis nada connosco, temos que levantar a cabeça.

As atoardas ou atordoadas do Vale Azevedo, são estes enganadores