domingo, 7 de julho de 2013

Pensamento da Semana: As camisolas e as urtigas

Estas são as camisolas que o Futebol Clube do Porto vai utilizar na próxima época desportiva.
Para ser muito sincero já há muito que tenho saudades das tradicionais camisolas Azuis e Brancas que durante anos a fio tinham no seu dorsal publicidade à Revigres. As actuais, para além de quererem cortar com um passado rico em Troféus e em “Estórias”, só pensam no lucro e descaracterizam por completo o Clube.
Para mais os Estatutos do Clube estabelecem claramente que o equipamento secundário das equipas do FC Porto devem ser sempre de uma das cores da bandeira do Clube. Pelo vistos no que diz respeito á cor das Camisolas os Estatutos são para atirar às urtigas mas quando é para se convocar uma Assembleia Geral de Associados é o aqui-d'el-rei porque os Estatutos isto e os Estatutos aquilo.

3 comentários:

Armando Pinto disse...

Completamente de acordo com esta apreciação. E mais, os Estatutos do F C Porto têm que a camisola principal é de duas listas azuis, cada uma com 8 centímetros de largura. Enfim...

AP
Memória Portista

The Blue One disse...

Armando Pinto obrigado 0pelo saudoso mas sempre construtivo comentário.

É uma pena que num Clube como o nosso se seja inovador em certos aspectos e noutros a inovação fique sempre à porta...

Bem sei que o nosso FC Porto já é um dos Grandes da Europa e do Mundo do Futebol, mas podia ter alguma consideração pelos seus Associados tal como fazem as Grandes Equipas Europeias e não só.

Cumprimentos e espero poder ter o prazer de o ler mais vezes por aqui.

souduque disse...

A camisola tradicional do FC do Porto é a mais bonita e marcante do mundo. Não há como perceber o por quê de descaracterizarem tal símbolo da nação portista. No Brasil, onde resido, quem ainda não conhece sempre pergunta e elogia a beleza daquela camisola. Pelo mundo afora há inúmeros clubes que utilizam semelhante design. Para mim foi uma decepção que só é tolerada pelo imenso amor que nutro por este clube. Um forte abraço. PORTO SEMPRE!